A era dos serviços

A era dos serviços

Chegamos a era dos serviços, você não precisa ter uma empresa que fatura milhões para ter acesso a ferramentas de trabalho profissionais, você não precisa ser um especialista em programação para fazer um site, ou ainda, você não precisa de nenhum espaço para ser um colecionador de música.

Na busca para aplicar seu mercado consumidor, nos últimos anos, empresas tem mudado o seu ramo de negócio, deixando de vender produtos para oferecer serviços.

Vamos conhecer 3 empresas que demonstram essa nova tendência do mercado:

1) Adobe Creative Cloud

Agências e produtoras pagavam milhares de reais para comprar o pacote Adobe ou simplesmente o Photoshop para executar suas atividades e a cada ano, se queriam as novas funções que eram criadas, tinham que comprar novamente o programa. Agora quantas empresas e pessoas você conhece que usavam a versão pirata do pacote Adobe?

Para tentar acabar com a pirataria e aumentar o número de usuários legalizados, a Adobe criou o CREATIVE CLOUD, um serviço que oferece a qualquer usuário acesso a todas as ferramentas da Adobe por um valor mensal, chega de pagar milhares de reais por uma única versão, tenha acesso a tudo, com atualizações garantidas e projetos salvos na nuvem. Você não está mais comprando um programa, está pagando por um serviço que inclui o uso das ferramentas. Não quer mais? é só cancelar a assinatura.

2) Wix

Já tentou criar seu próprio site? É difícil, frustrante e muito caro. Bom pelo menos era.

A Wix traz uma nova proposta para o mercado, um serviço que permite qualquer usuário, do mais básico ao mais avançado, criar seu próprio site grátis em uma ferramenta de arrastar e soltar

É realmente impressionante quando você começa a montar seu site como se fosse um álbum de figurinhas e tudo funciona na hora.

Basta escolher o tipo de template que deseja e começar a alterar. Todo o templete a customizável, desde a cor de fundo, tamanho de letra, tamanho de fotos, qualquer item em seu site pode ficar com a  sua cara.

Não acredita?! Dá uma olhada no tutorial que o pessoal Brainstorm Tutoriais fez ensinando a criar um site:

Umas das coisas que mais gostei na plataforma Wix é como o sistema está de acordo com os padrões atuais da internet. Tantos templates, banco de imagens como o design das ferramentas que você pode aplicar no seu site seguem as tendências minimalistas. E um detalhe  importante, ao terminar seu site, automaticamente ele será responsivo, ou seja, irá se adaptar de acordo com o tamanho da tela que você está usando para navegar, pode ser smartphone, tablet ou notebook.

O serviço já conta com mais de 90 milhões de usuários em 190 países, inclusive o Brasil, logo a ferramenta está em português. O serviço realmente atende todos os tipos de usuários, dos mais básicos com um plano gratuito, até grandes empresas com lojas virtuais nos planos premiuns e tudo isso com suporte 24h por dia 7 dias por semana.

3) Deezer

Bom, estou falando Deezer pois é o serviço que utilizo, mas aqui poderiam estar: Spotify, Google Music, Groove, Napster, Apple Music…

Todos esses serviços mudaram a forma como a música pode ser consumida. Você não precisa mais comprar um álbum inteiro ou sequer uma só música, basta assinar o serviço e ter acesso a todo o catálogo, 24h por dia, de maneira ilimitada. Se você tiver facilidade de acesso a conexão de internet, não precisa nem baixar as músicas, basta dar play e deixar o streaming rolar. Agora se você é do tipo apegado e quer ser garantir, você ainda pode baixar e deixar as músicas guardadas em seu smartphone enquanto for assinante do serviço. Muito simples.

Uma função que gosto muito nesse tipo de serviço, é o compartilhamento de playlist. Quando usava mídia física para ouvir música (LP, fita K7 ou CD) uma das minhas diversões era montar minhas próprias coletâneas e dar para os amigos. Hoje monto minhas playlists e posso compartilhar com o mundo todo.

Em todos os serviços do tipo vocês consegue um período promocional de degustação ou até mesmo assinatura grátis com algumas restrições e propagandas.

E você, já trocou produtos finais por serviços? O que acha dessa tendência do mercado? Prefere dessa forma?

Sobre o autor

A Rede Geek é um hub de conteúdo geek, com podcasts, vídeos, blog, produtos e serviços feitos especialmente para a galera que é apaixonada por tecnologia! Siga a gente nas redes sociais e fique ligado de tudo que rola por aqui! ;D #RAULLL