Ultrageek 290 – Conteúdo pago

Ultrageek 290 – Conteúdo pago

Baixe o Ultrageek no seu Android

RAULLL CAVALARIA GEEK!

No Ultrageek dessa semana vamos falar de… Conteúdo pago! Depois da ira dos youtubers e todo rolo com a plataforma, chegou a hora de reimaginarmos como vamos consumir e produzir conteúdo em um futuro próximo!

Convidado sob demanda:
– Luciano Pires (Portal Café Brasil e Café Brasil Premium)

Nesse episódio: Não brigue com o dono da bola, descubra como ganhar dinheiro no Youtube, ouça podcasts, apoie o conteúdo independente, participe da CPI do Youtube, veja um revoltado chorando, não alimente o Troll, entenda a luta com patrocinadores, não tome a cerveja quente da balada e mude sua percepção do conteúdo na internet!

SAMSUNG GALAXY S8 E GALAXY S8+

Samsung Galaxy S8 e Galaxy S8+

SIGA A REDE GEEK

Sobre o autor

A Rede Geek é um hub de conteúdo geek, com podcasts, vídeos, blog, produtos e serviços feitos especialmente para a galera que é apaixonada por tecnologia! Siga a gente nas redes sociais e fique ligado de tudo que rola por aqui! ;D #RAULLL

  • Com o grande Luciano Pires espero que seja especial esse ep,baixando….

  • TioWidow

    Aquele Momento que vc para qualquer Podcast que tava ouvindo, para tudo e passa o Ultrageek para frente.

    Afinal … PRIORIDADES
    #RauLLL

  • Gustavo Henrique

    Eu amei a ideia do podcast ao vivo, porém moro na Bahia e não teria como participar ;-(. Em relação a forma de conteúdo premium, se for só pelo conteúdo que vocês promovem já valeria apena (como Luciano Pires comentou em alguns momentos), eu com certeza participaria.

  • TioWidow

    Aí Marechais, sou viciado em podcasts e de todos apenas 1 não possui o sistema de assinatura recorrente, e o único que não tem é o único que me merece e que eu quero assinar….. Fica a dica…
    Vcs são fodas

    #RauLLL e até amanhã na live…

  • Arnald Franklin

    RauLLL queridos Marecheais!!!!!! Não sei dizer o exato momento ou episodio que passei a ouvir o Ultrageek, mas sei que ainda era o antigo WeRgeeks, talvez pelos idos de 2008 ou 2009 ( Já estou velho, minha memoria não é mais a mesma, rsrs ). Mas vim aqui para deixar uma sugestão para o tema do Ultregeek 300: Que tal falar da historia do UltraGeek?

    Apesar de já terem falado em diversos outros episodios sobre varios momentos dessa epopeia, seria legal destinar um programa para contar como Tato e Maury se conheceram … as primeiras ideias de fazer o blog, o podcast e as demais empreitadas. E não poderia passar em branco nesse episodio a participação da cavalaria e como eles auxiliaram nesse desenvolvimento.

    Bom! Fica ai minha humilde sugestão.
    Um grande RauLLL!!!!!!!!

  • Jefferson Gouveia

    RAULLL nobres Marechais e Cavalaria!

    Adorei a idéia de gravar num bar juntinho da Cavalaria, se não fosse pelo fato de morar em outro estado certamente eu participaria. Agora quanto a ideia da monetização, eu APOIO!

    Acredito que oq foi dito pelo Luciano Pires já é suficiente pra instigar a Cavalaria a apoiar financeiramente o UltraGeek, mas vou citar um exemplo pessoal:

    Eu amo ler livros, tanto é que já baixei muitos e-books de forma ilegal, pirata mesmo, eu olhava pra minha “estande” de e-books e pensava: “Nossa, que inteligente eu sou, olha quanto eu devo estar economizando em livros!”. Mas quando parei pra pensar eu percebi que baixando um epub pirata eu não estava contribuindo com as estatísticas da editora e incentivando uma tradução de alguma obra pra cá. Como quando sai um filme nos EUA mas o mesmo não chega a ser exibido aqui no Brasil, como foi com Ex-Machina por exemplo, filme foda aliás. Além do mais, eu amo ler, então porque não fazer a coisa certa já que não sou mais uma criança que depende da mesada dos pais? Tomei vergonha na cara! Comprei um Kindle e hoje compro meus e-books na Amazon.

    Eu já invisto a coisa mais preciosa e esgotável que possuo que é meu tempo. Eu poderia ta transando, tá jogando mas não, estou ouvindo vcs hehehe, então se eu posso investir meu tempo, ajudar financeiramente vcs fica parecendo tão banal que não me sobram motivos pra dizer não.

    Um grande abraço e RAULLL!

  • RauLLLL
    Podcast ao vivo claro 🙂 seria muito legal participar de um conteúdo desse tamanho ao vivo, mais programas com Luciano Pires por favor Galera do UG.

  • Ronald Sombra

    RauLLL marechais, comecei a escutar o ultrageek recentemente e já estou começando a maratona, e um dia pedirei o batismo na cavalaria. Enfim, adoraria a ideia de ajudar meus podcast favoritos(Ultrageek já está incluso nesses) e acho uma maneira muito boa de fazer esse meio de comunicação crescer, afinal é também um trabalho. infelizmente atualmente não posso ajudar grandes coisas, dada a esmola de estagiário menor que meio salário minimo. bem é isso, a ajuda de quem gosta é muito boa e importante, afinal meio que fazemos parte comentando e etc.

  • Juliana Bárbara

    Raulll Marechais!
    Que programa foda! Minha cabeça explodiu. Minha produção de conteúdo acabou de ganhar novas perspectivas.
    Acho super pertinente incrementar na Rede Geek as ideias do Luciano Pires, quero muito fazer parte. Essa assinatura com acesso a conteúdos exclusivos me parecia um tanto irritante antes, fica o povo nos podcasts fazendo fusquinha pra quem não está no clubinho. Acho um saco, tipo a propaganda do “Eu tenho, você não tem”. Mas o que o Luciano falou faz muito sentido e não fica desrespeitoso de jeito algum. Esse conteúdo premium, com arquivos para apresentações, cursos e sei lá mais o quê é bastante significativo e muito mais justo com esse povo viciado em podcast.

    Marca logo a data da gravação do programa 300 pra gente se organizar, arrumar uma babá, alugar a vã, pagar o tio da excursão e ir. rsrsrs

    Beijo procês.
    Princesa Léia

  • Jefferson Oliveira ramos

    RAULLL!!!
    Tirei todos os podcast’s da frente só para ouvir o Ultrageek…
    Uma pena que não dá para eu ir para o encontro … Sabe como é, Bahia e um pouco distante 😂😂😂😂, online na Live do dia 09/05…. Mesmo estudando para a prova da faculdade… Kkkk

    Ass – Corretor ortográfico.

  • UPeralta (Ted Mosby)

    Raulll Marechais!
    Gostei muito do programa e gosto muito do Luciano, todas as participações dele no cast são muito boas. Mas ele falou uma ou outra “groselha” e acho que é preciso corrigir pra melhorar a discussão ainda mais.
    Em dado momento do cast ele falou “Um youtuber grande faz 7 ou 8 milhões de visualizações em um vídeo seu. Se vc pega na TV, um programa qualquer faz isso”, mas na realidade não. Principalmente hoje em dia, o Youtube já ultrapassou a TV em audiência. Segundo levantamento feito pelo instituto Androit Digital¹, 68% das pessoas dos EUA consomem YT enquanto 51% dizem assistir TV. Levando isso em consideração e pensando que o Brasil é um dos países que mais usam internet no mundo², que a TV por assinatura aqui é o preço de um rim e um pedaço do figado e que o Brasil é o 2º país que mais assiste Youtube³ no planeta, acho que podemos considerar que o alcance do Youtube, hoje, é algumas vezes maior que o da TV de modo geral.
    Sobre a questão de plataforma, eu entendo perfeitamente o que o Luciano disse e que concordo com muito do que ele falou, mas, em se tratando de YT em si, acho que as coisas são um pouco diferentes. Se pegarmos os gigantes como Manual do Mundo, Nostalgia e outros, esse não irão se foder tanto pq eles tem outros meios de monetizar. Fora que eles já estão tão grandes que o YT é só a plataforma escolhida por eles, mas que eles podiam mudar pra outra que, muito provavelmente, as pessoas que os assistem, provavelmente iriam continuar assistindo. O problema mesmo são os caras que estão tentando conquistar o seu espaço e tem um conteúdo de nicho pequeno. Posso citar dois exemplo de cabeça: Colonia Contra Ataca (menos de 500 mil inscritos) e o Pai Troll (menos de 200 mil inscritos). Esses caras vivem só de ad senses e estão tentando fazer da criação de conteúdo a sua carreira, mas o formato e o conteúdo deles, provavelmente, seria perdido se não fosse uma plataforma como o YouTube. Claro que, talvez, o erro seja eles não terem uma boa assessoria pra poder melhorar na parte de anunciantes sem depender do YT, mas isso é mais complicado. Talvez, faltou vcs chamarem alguém que está inserido no meio a bastante tempo e entenda melhor como funciona a mecânica do YT.
    Um ultimo detalhe, que não é um erro mas é só algo que me incomodou um pouco (acho que foi só eu mesmo), mas vcs falaram que a Galera do YT ainda é muito nova e etc, mas tem uns caras que já tem quase o mesmo tempo de criação de conteúdo pra internet que vcs lá dentro (Por exemplo, o Caue Moura e o PC já estão com 7 anos de YouTube). E que também estão na casa dos 30 anos. Eu sei que vcs não falaram querendo ofender e nem nada, mas, pode ser que alguém se sinta ofendido pela fala. Só um toque mesmo, vcs são uns lindos e só espalham amor <3
    No mais, nada mais. Espero que não tenham levado a mal nada do que eu disse. O cast foi excelente, como sempre!

    Abraços e #RAULLL !

    PS: Ainda não consegui entrar no grupo do facebook, mas eu só queria mesmo era entrar pro grupo do Telegram pra eu poder ter mais coisa pro procrastinar
    PS2: Luciano, vc é um lindo, por favor, não leve meu comentário a mal <3 ;-;
    PS3: Ainda um dos melhores consoles de todos
    PS4: Só queria um pra jogar Nier e Kingdom Hearts =/

    ¹ http://exame.abril.com.br/tecnologia/youtube-ja-tem-audiencia-maior-que-tv-nos-eua-diz-estudo/ e
    ¹ http://www.adroitdigital.com/files/research/1402516481.pdf
    ² https://www.census.gov/population/international/data/idb/rank.php
    ³ http://exame.abril.com.br/tecnologia/youtube-afirma-que-brasileiros-sao-maiores-consumidores-de-videos-no-portal/
    ³ https://www.youtube.com/yt/press/pt-BR/statistics.html

    • Juliana Bárbara

      Excelentes observações. E adoro quando vem com referências.
      Apoio a ideia de trazer um Youtuber pro programa também.

      • UPeralta (Ted Mosby)

        Vc e o Capitão América adoram referencia xD
        Mas é que esse assunto está dentro do assunto que estou abordando no meu TCC, então estou bem munido de informações sobre 😛
        Mas muito obrigado Ju <3

        • Lucianopires2

          CaroTed, vamos às informações sobre o Brasil? Não estou fazendo TCC mas esse assunto está sempre na minha alça de mira por interesse profissional: “O YouTube divulgou a terceira edição do VideoViewers, realizada pela Provokers, sobre o hábito do brasileiro para consumo de vídeos online. A pesquisa afirma que, de cada dez horas que os brasileiros dedicam a ver vídeos, mais de quatro são online. Além disso, 42 % da população (85 milhões de pessoas) têm o hábito de ver vídeos na internet, sendo que 82 milhões o fazem no YouTube. Esse percentual já supera a audiência da TV por assinatura, que é de 37%, e ainda fica atrás da TV aberta”.(http://propmark.com.br/digital/audiencia-do-youtube-no-brasil-ultrapassa-tv-por-assinatura)

          O Youtube ainda tem no Brasil audiência menor que a da tv aberta, e vai continuar tendo por algum tempo. E o que discutimos no podcast foi a audiência de UM programa e não do Youtube como um todo. Na TV aberta, cada 1 ponto de audiência corresponde a 688.211 espectadores no Brasil (http://g1.globo.com/economia/midia-e-marketing/noticia/kantar-ibope-atualiza-representatividade-de-cada-ponto-de-audiencia-de-tv.ghtml) . Veja só: Jornal nacional tem 19 milhões de espectadores. Todo dia. Caldeirão do Huck tem 9,3 milhões. A Praça é Nossa tem 6,5 milhões. O Programa da Sabrina tem 5,2 milhões. O Domingo Legal tem 4,7 milhões. E nenhum desses programas é um vídeo com 7 ou 8 minutos de duração, mas têm meia hora ou uma hora. Percebe? 7 milhões de views de um vídeo com 7 minutos no Youtube é menos que 7 milhões de espectadores para um programa de 30 minutos na TV.

          Não tenho dúvidas que essa relação vai mudar no futuro, mas hoje é assim a realidade.

          Sobre o segundo ponto, você repetiu exatamente o que eu disse: quem não colocou todos os ovos só na cesta do Youtube, tem outros meios de chegar à sua audiência, sem ficar refém da plataforma.

          Um abraço

          Luciano Pires

    • Juliana Bárbara

      Ted Mosby, clica aqui e pede pra participar: https://www.facebook.com/groups/821570467895887/?fref=ts

      • UPeralta (Ted Mosby)

        Fiz a solicitação novamente, valeu =]

  • Rodrigo (Bodas)

    Raulll!
    Eu sou o do Contra.
    Eu entendo tudo que foi dito, mas acho estranho pacas.
    Faço parte do patronato de alguns Podcasts, já mandei email pro Luciano falando disso umas duas vezes.
    O que vejo agora dessa coisa mesmo de vcs Mauri e Tato indo pro youtube meio ruim.
    Eu gosto do podcast, gosto do meu feed, gosto de ouvir na velocidade 2.3.
    Não consigo me programar pra assistir ao vivo a lives, posso com certeza ir num bar com vcs pro 300, mas estar online pra acompanhar não.
    Acho ruim ter conteúdo exclusivo em um lugar só, exemplo do que vcs estão fazendo com o youtube novamente.
    Mas entendo o pq, entendo os motivos que foram colocados no programa.
    São lógicos.
    mas acho que descaracterizam a mídia em si Podcast.
    Talvez seja esse o futuro, um novo nome, uma nova coisa com ilhas de conteúdo.

    No caso do Luciano, qdo ele começou com patronato eu não quiz contribuir, ele é o único podcast sem ser jovem nerd que consegue patrocínio grande: Itaú, etc.
    Decidi ajudar midias alternativas que não existiriam sem minha contribuição, mesmo que pequena.
    Overloadr, Mamilos, Anticast…

    Agora a proposta dele é outra, e eu pessoalmente não me identifico com essa onda de counting que etsá tomando conta da internet…
    Qdo marcarem o Bar pro 300 quero ir sem duvida!
    Espero ter conseguido colocar a minha visão sobre….

  • Edmar Holanda

    Pelo amor de Odin, que canal/podcast/site é esse dos áudios que foram utilizados intervalos? Aqueles que fazem “reportagens” sobre a recolocação profissional dos YouTubers.

  • Fernando Oliveira

    Raullllllllllllllllllllllllll seus lindos!
    Esse programa foi sensacrível! Adorei de verdade!

    Luciano Pires já é um cara foda que minha mamãezinha me ensinou a ouvir… A ideia de ter um conteúdo diferenciado é muito interessante com o conceito do Luciano.. quantidade sendo revertida em qualidade mas sem cortar o clássico para os ouvintes que podem não estar afim de consumir conteúdo pago… E de acordo com o Luciano, vocês (posso estar falando uma merda gigantesca) já tem a sua plataforma além dos outros modos de distribuição! =P

    Só um adendo que a ideia é muito boa.. MESMO, olhando o site (coisa que não tinha feito até então, pois só tinha visto pelo app de podcast), vendo os títulos e a qualidade pode dar mt certo… tanto que o programa me fez sair do meu app, entrar no site só pra deixar esse textão.

    PS.: Newborns podem comparecer numa tal de gravação Nº 300? Nem batizado sou… mas já entrei de gaiato no navio!

  • André Ruz

    RAULLL!!
    Marechais, sobre as duas pilhas:
    1 – eu certamente ajudo vcs no que vcs precisarem, seja inclusive financeiramente, pois amo vcs e amo o conteúdo que vcs fazem, quero enriquecer o site com certeza sendo com material intelectual ou financeiro.

    2 – Certamente eu gostaria de ir na gravação do ultrageek 300, e o assunto que mais quero e falar, obviamente, é sobre jogos de tabuleiro.

    bjokas.

  • Acho incrível o que o Luciano Pires fez com a monetização do Café Brasil. Ele não ofereceu “brindes” e regalias, ele ofereceu conteúdo! E a galera pagou. Ou seja, o conteúdo dele é tão bom que a galera topou “patrocinar”, recebendo apenas o conteúdo como “trocar”. Luciano Pires literalmente é “gente que faz acontecer”.

    RauLLL
    EddieTheDrummer (PADD)

  • Já não via a merda do Café Brasil de graça. Pagando é que eu não vou ver mesmo.

  • Demais