Review completo Zenfone 3

Ficamos meses com o Zenfone 3 e fizemos um Review completo do aparelho. Processador, bateria, performance, preço e concorrentes. Tudo foi colocado na balança! Agora, é hora de descobrir se esse é o smartphone ideal para você!!!

Pra começar, vale citar que o Zenfone 3 vem para o Brasil em duas versões:

  1. Tela de 5.2″, 3GB de memória ram e 32GB de espaço interno
  2. Tela de 5.5″, 4GB de memória ram e 64GB de espaço interno

Essa segunda versão é que recebemos para teste e é sobre ela que faremos essa análise, ok?

A primeira coisa que fica muito clara quando você olha o novo Zenfone 3 é o seu design e acabamento todo em metal e vidro. A Asus realmente fez a lição de casa e está apresentando um aparelho de ótimo custo/benefício com um acabamento acima da média para o mercado brasileiro. Realmente um grande avanço comparado ao Zenfone 2.

O vidro deixa o aparelho um pouco mais escorregadio, marca um pouco os dedos sim (mas bem menos que outros aparelhos com o mesmo acabamento) e pode com certeza ser mais frágil que o plástico. Mas graças ao Gorilla Glass 2.5D desse aparelho, não é algo que me preocuparia.

Inclusive, pra tranquilizar os mais estabanados, ele já sobreviveu muito bem a 3 quedas na minha mão. Se você for desses e está muito, mas muito inseguro mesmo, coloca uma capinha transparente. Mas acho que o acabamento dá um up tão animal para o produto que valeu a pena essa transformação viu!

Falando um pouco sobre performance, o Zenfone 3 vem com o Snapdragon 625 da Qualcomm com arquitetura de 14 nanômetros. O que isso significa? Que é um processador de nova geração, que esquenta menos e gasta menos energia. Somado ao aprendizado que a Asus teve com os processadores Intel nos smartphones anteriores (que comiam bateria com farinha), devo dizer que o Zenfone 3 tem uma performance muito boa com sua bateria de 3000mAh.

Em um dia comum, com jogos, GPS, 4G, transmissão de vídeos e podcasts, o Zenfone segurou facilmente 16 horas. Mas em alguns dias, cheguei a deixar o aparelho ligado por quase 32 horas!

Ele segura muito bem todos os apps e jogos que instalei nele, inclusive jogos FPS que são bem mais pesados, mesmo capturando a tela. Em nenhum momento ele travou ou rodou com dificuldades.

O Zenfone 3 vem com a ZenUI 3.0 (que está bem otimizada) e Android Marshmallow, já com atualização garantida para a próxima versão do sistema operacional.

Eu, particularmente prefiro usar o Google Now Launcher, mas devo admitir que a Asus atendeu aos pedidos dos usuários que reclamaram nas versões anteriores sobre a personalização do sistema operacional e aplicativos. Acho que a principal delas foi em relação à quantidade de aplicativos que já vem instalados no aparelho, os caras reduziram a quantidade e desbloquearam a desinstalação de praticamente todos apps que vieram de fábrica.

Pra mim, entre as principais vantagens do software da Asus para seus consumidores são alguns aplicativos e funções que eles disponibilizam no aparelho. Por exemplo o Mobile Manager (que gerencia memória, uso de dados), o gerenciador de bateria, filtro de luz azul, o assistente de áudio (que permite você equalizar o som do aparelho) e o gerenciador de arquivos que, admito, instalo esse app da Asus em qualquer aparelho que uso.

Ah! Também tem o Game Genie, que funciona mais ou menos como o Game Tools da Samsung, mas que não só grava a tela do seu aparelho como permite você a fazer lives do seu gameplay para o Youtube e Twitch. Inclusive capturando a câmera frontal e seu microfone!

Falando um pouco sobre fotos e vídeos, o Zenfone 3 vem com uma câmera traseira de 16MP com Sensor Sony, abertura f2.0, que filma em 4K. Pra você ter uma ideia da qualidade de vídeo, esse review está sendo filmado com o Zenfone 3!

Acho que o Zenfone Zoom deu um ótimo aprendizado para a Asus, são mais de 20 modos de foto e vídeo, inclusive modo manual (que a gente falou no Review do Zenfone Zoom), HDR Pro, Super resolução, Time Lapse e Câmera Lenta.

As fotos tem uma ótima performance na grande maioria dos casos, só as fotos noturnas que ficam meio granuladas. Mas considerando a faixa de preço do Zenfone, é bem comum ver isso acontecer.

O Zenfone 3 conta com estabilização ótica (com 4 eixos) e eletrônica. No finalzinho do vídeo vamos mostrar pra você o potencial no melhor estilo Rede Geek!

A câmera frontal é de 8MP, também com abertura f2.0 e filma em Full HD.

Na parte de trás do aparelho, você vê o sensor de foco a laser, o flash dual led, o sensor de correção de cor e, lógico, a câmera (protegida pela camada de Safira (mineral que só não é mais resistente que o diamante).

Pra falar de imagem e som, sua tela Super IPS+ tem resolução de 1920×1080 pixels (com até 600nits de claridade). E, com certeza, vale dizer que o Zenfone 3 tem certificação High-Res de som. Ou seja, preparado para a melhor definição e qualidade possível.

Pra finalizar, vale citar aqui 4 coisas sobre o Zenfone 3:

  1. Primeiro, 30 pontos para a Grifinória pela função “modo externo” de áudio, que dá um boost no som de vozes em ambientes externos e com muito barulho;
  2. Também vale dizer que o aparelho tem sensor de digital na parte traseira que está bem rápido e reconhece em 360º;
  3. O Zenfone 3 já usa o conector USB-C, que é mais rápido, mais potente e permite que você plugue de qualquer lado;
  4. O aparelho não vem com NFC, então, se esse for um fator importante para você, ele não vai atender sua necessidade.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

  • Plataforma: Android 6 (Marshmallow);
  • Tela: LED Backlight IPS com resolução de 1920×1080 pixels e proteção Gorilla Glass 2.5D.
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 625 de 2 GHz;
  • Memória RAM: 4 GB;
  • Memória interna: 64 GB;
  • Memória externa: suporte a cartão microSD de até 2TB;
  • Câmera: 16 megapixels (traseira) e 8 megapixels (frontal);
  • Dual sim: Sim (híbrido)
  • Conectividade: 3G, 4G, Wi-Fi 802.11ac, GPS, Bluetooth, USB-C;
  • Bateria: 3.000 mAh;
  • Sensores: acelerômetro, proximidade, bússola, giroscópio, barômetro, batimento cardíaco, impressões digitais, íris;
  • Dimensões: 152,5 x 77,3 x 7,6 mm;
  • Peso: 155 gramas;

Sobre o autor

Idealizador de toda a bagaça, Tato é um aficionado por blogs e podcasts e, acima de tudo, um completo viciado por tecnologia! Já trabalhou com robótica, hidroponia, participou de um reality show, foi professor de computação gráfica, diretor de arte em agências online e offline, organizou eventos e dedicou mais de 90% de sua vida para a comunicação. Por isso, se tornou a mente criativa da parada toda!