ÁUDIO JOGO ULTRAGEEK: APAGÃO #5

ÁUDIO JOGO ULTRAGEEK: APAGÃO #5

Seja bem-vindo ao Áudio Jogo Ultrageek! Se você está nesse episódio é porque está ajudando a Helô a completar sua jornada. Mas será que você tomou as decisões corretas? Então chegou a hora de sofrer as consequência… dê play e ouça o resultado!

Se você chegou agora, comece pelo episódio 1 do Áudio Jogo Ultrageek!

Após um blecaute interminável, São Paulo foi devastada por uma guerra entre diversas gangues que farão de tudo para conquistar territórios e tomar os últimos recursos que existem na cidade. O Áudio Jogo Ultrageek conta o primeiro dia do Apagão pela perspectiva de Heloísa, uma pessoa comum que tem que cruzar a cidade de São Paulo no meio do caos para salvar pessoas que mais ama.

Baixe o Ultrageek no seu Android

CONHEÇA O UNIVERSO DE APAGÃO!

Sobre o autor

A Rede Geek é um hub de conteúdo geek, com podcasts, vídeos, blog, produtos e serviços feitos especialmente para a galera que é apaixonada por tecnologia! Siga a gente nas redes sociais e fique ligado de tudo que rola por aqui! ;D #RAULLL

  • Leonardo Castoldi

    Rauullll marechais!! Simplismente animal esse áudio jogo. Ouvi assim que saiu pelo app do Ultrageek todas as semanas e hoje não foi diferente, na madrugada sofrendo com minhas escolhas. depois ouvi todos os outros episódios hoje mesmo, seguindo o outro caminho. Show de bola. Parabéns e que venham outros, mais. Rauulll

  • Carlos H Bianchi

    Rauulll!!!
    Cara, fantástico demais, eu fui mais pela opção B, agora estou ouvindo tudo denovo pra ouvir o caminho A… gostaria muito que colocassem os créditos aqui na postagem pra eu poder ir ouvindo as vozes e ligando os nomes ao que eu ouço. Nem sabia q o Vitor Faglioni tinha participado…

    A voz do Bigato é irreconhecível…

    Marechais, coloquem os créditos ai pra galera. Por favor.

  • David Balotin

    RAUL!

    Caras, que projeto animal!
    Sério, gostei demais, e por diversos motivos. Acho que não poderia ter sido apresentado pro universo do Apagão de uma maneira melhor. A sonorização e elenco tava animal, sem comentários. O roteiro também ficou bacana, e a sacada de montar uma promoção dessa maneira foi animal, muito melhor que a maneira tradicional que costumamos ver sempre. Fora da caixa totalmente. Não ganhei nenhum Zenfone na promoção, mas a minha mãe acabou pegando um Zenfone 3 pra ela.

    Torço para que venham mais como esses, porque a experiência foi muito bacana.

    Obrigado pela viagem, e forte abraço!

  • Aproveito o espaço desse post para agradecer ao Antonio Tadeu. Sem a ajuda dele, o projeto não teria ficado tão bacana. Obrigado, cara, você é um grande amigo!

  • LV

    Episódios 1, 2, 3 e 4 foram sensacionais.
    Mas que final BOSTA. kkkkkkkkkkk

  • Carlos H Bianchi

    Mais uma pergunta, onde comprar as HQs? Quero muito.

  • Willian Pedrozo

    Sensacional!

    Que projetinho fodástico. Podia virar tendência. Parabéns.

    PlaySpoiler: escolhi mais o lado B e num audio que mandei avisei que ninguém ganhava apelido de verme na vila de graça. Agora que ouvi o outro lado acho que estava com um pouquinho de razão hahahahahaha.

  • Flávio Balestra

    teste

    • Andre Honoratto

      Cara, ficar batendo papo com a casa pegando fogo é só um dos furos de roteiro!! O roteiro é praticamente uma peneira de tanto furo!
      01) A mina espanca policiais no meio da manifestação na paulista e sai andando numa boa até o estadão.
      02) A Deb ta presa num elevador no HC e não tem nem gerador (como?)
      03) Zenfone 3
      04) Não tem ninguém nenhum outro funcionário do HC pra ajuda-la (como?)
      05) A solução dela é ligar pra namorada que ta na paulista (pq?) em vez de ligar para o próprio hospital mandar alguém no elevador que tem um paciente em estado terminal
      06) Zenfone 3
      07) a Heloisa instala o tinder, cria uma conta no app, procura o segurança, reconhece o cara que ela ta vendo de longe no tinder, da like, espera o match, começa a conversar com o cara e pede nudes pro cara que deixa o posto de trabalho no dia mais atípico da historia profissional dele pra tirar a foto imediatamente?? Sério??
      08) Elas tentam ir de carro pro capão e são assaltadas, mas se vão de patins da estação da luz ao Capão Redondo ta tranquilo?
      09) Zenfone 3
      10) A comunidade de capão é altamente unida no whatsapp mas quando a casa da dona Geralda ta pegando fogo e ninguém faz nada? Ficam esperando as minas chegarem?
      11) Elas acham que é obrigação do dono da loja de bike emprestar as bikes pra elas? Se esse é o negócio do cara, pq ele deixaria de querer vender?
      11) Batem do Bigato que passou a noite ajudando a Heloisa?
      12) Zenfone 3
      13) Uma hora após a energia acabar o Hospital das Clínicas tava sem energia, sem gerador, sem funcionários, sem pacientes, sem acompanhantes, sem médicos, sem enfermeiras e apenas com dois seguranças. Deve ser pq todo o resto tava no hospital que levaram a dona Geralda no final.
      14) Policiais são os assassinos que devem ser combatidos.
      15) Zenfone 3 (Quantas vezes vão repetir isso?)
      16) Homens são TODOS escrotos e machistas
      17) Num dos caminhos não tem nenhum carro com extintor (culpa da lei) e a Dona Geralda morre. No outro caminho elas encontram extintores (e a lei?) e a dona geralda não morre. O que mudou de um caminho pro outro se todas as decisões levaram pro mesmo final em todos os episódios?
      18) Ja mencionei a repetição do Zenfone 3?

      • Claus Tessmann

        Acho a repetição do Zenfone 3 um argumento injusto, sendo que isto parte de uma campanha de marketing que obviamente está financiando o projeto. Não teria como fazer esse audio-jogo sem patrocínio. Na minha opinião, acho que até falaram pouco para a qualidade que a produção ficou.

        5 – A história deixa claro que ela tentou ligar para o hospital e ninguém atendeu. Por que o hospital tava sozinho, não sei. É inverosímel, mas não me ofendeu.

        7 – Foi um super like e eu simplesmente achei essa uma solução genial e criativa para o problema. Daria XP extra para o jogador se fosse uma sessão de RPG. E no contexto da história, me pareceu verosímel.

        10 – Eles estavam apagando outros incêndios, provavelmente das próprias casas. E pelo que deu a entender, no final do episódio só o Zenfone 3 ainda tinha bateria. O resto dos celulares virou peso de papel.

        O restou eu tenho que te dar crédito total ou parcial.

  • Rafael Alves

    Serio q vcs n postarao errado pq se vc salva o menino a dona geralda fica viva e se vc vai atras da dona geralda ela morre

  • Claus Tessmann

    O roteiro do final B foi meio sem graça em comparação com todos os demais episódios. Agora vou ouvir só o lado A para ver o outro lado da história. Ainda acho que vocês poderiam ter feito um trabalho mais complexo com as escolhas e consequências, mas a qualidade foi sensacional. Fiquei com vontade de ler a graphic novel.

  • Rodrigo Bodas

    Do contra da Cavalaria dando seu reporte aqui Marechais:
    Phoda pacas!!!
    Curti pacas, mas mesmo assim segue algumas ressalvas:
    Agora que acabou ouvi os dois caminhos.
    Achei o B muito tranquilo perto do A.
    Fora a mudança de personalidade geral de um caminho para o outro.
    A Helo do A é quase assassina já antes do do final da primeira noite arrancando olho sem dó…
    Achei estranho ela tão agressiva de cara!
    Se o fato tivesse acontecido depois da avó, acharia tranquilo até acreditar, mas ali achei meio fora do normal demais a violência dela.
    Achei que mesmo no B, deveriam ter mais custo as escolhas. Só o A sofreu.
    O final do A nem parece q a Helo vai virar chefe de uma gangue para sobreviver de tão tranquilo que é.

    Volto a dizer q isso não estragou a minha experiência,A gravação e edição ficaram phodas.

    Lembrei de mais um detalhe, até a locução do Briggs no B quebrava o ritmo do áudio justamente pelo caminho B ser menos violento.

  • Leonardo Da Silva Sousa

    Vou ter que escutar o A agora, porque pelo jeito dos comentários aqui, o A foi foda ein

  • Lennon Wolff

    A história ficou bacana, mas rolou muito estereótipo. A personagem ser negra, homossexual, feminista, é ok, muito bom mesmo. Mas vc transmitir o contexto da vida real pra dentro do jogo, na minha opinião, foi uma decisão não muito boa. A postura da polícia, a postura fraca dos personagens masculinos, com intuito de fortalecer as personagens femininas, faltou originalidade, na minha opinião.