Ultrageek 220 – Criando conteúdo

Ultrageek 220 – Criando conteúdo

RAULLL CAVALARIA GEEK!

No Ultrageek dessa semana vamos falar sobre a nossa rotina, vamos falar como criar conteúdo! Normalmente produtores de conteúdo inspiram seus seguidores a criar seu próprio canal, então nesse episódio vamos passar algumas dicas para que você possa criar seu próprio conteúdo com jogos e prostitutas.

Produtor convidado:
– Ricardo Terrazo Jr., o Duque da Mooca (Canal Masculino)

Nesse episódio: Faça uma voz bizzara, leve seu sócio ao veterinário, use cupons, seja dono da Rede Geek por 2 semanas, tenha tesão, seja o Maury Jr. da internet, use cueca fio dental e tenha personalidade.

  1. SIGA A REDE GEEK 
  2. Curta a nossa página no Facebook!
  3. Rede Geek no Twitter
  4. Rede Geek no Google Plus
  5. Rede Geek no Instagram
  6. Rede Geek no YouTube
  7. Grupo aberto dos TRANSANTES no Viber

Sobre o autor

A Rede Geek é um hub de conteúdo geek, com podcasts, vídeos, blog, produtos e serviços feitos especialmente para a galera que é apaixonada por tecnologia! Siga a gente nas redes sociais e fique ligado de tudo que rola por aqui! ;D #RAULLL

  • Jairo Panzer O Tanque de Guerra da Cavalaria Geek

    RAULLL PREZADOS MARECHAIS!

    Este episódio foi, como de costume, excelente. Tenho muita vontade de produzir conteúdo, seja no Youtube ou um podcast (inspirado por vcs), mas ainda nem sei bem pra qual público e também não tenho muito tempo disponível atualmente. Quem sabe em 2016… Quase mandei um e-mail me oferecendo pra contribuir com a Rede Geek, mas em função da já citada falta de tempo, fiquei só na vontade mesmo.  

    Grande abraço.

  • Ronin (Koudi)

    Raulll Cavalaria

    Acho que o fato do youtube ter uma público mais jovem se deve a dois principais fatos, primeiramente, o uso de imagens pra explicar acaba sendo mais lúdico e requer menos abstração, uma vez que crianças, em teoria, tem menos bagagem intelectual a visualização é bem melhor assimilada do que só ouvir ou ler, o segundo fato é que elas tem mais tempo disponível, então podem se dar ao luxo de ficarem parados assistindo algo. Mas existe muito conteúdo voltado a um público não tão infantil assim, como web séries, conteúdo científico, conteúdos de nicho (como o tecnológico, musical, teatral, outra áreas culturais) etc. 
    Um podcast, ao meu ver, já é um conteúdo pra quem busca um conteúdo que seja de mais fácil acesso e te possibilite fazer junto com outras coisas a fim de aproveitar melhor o tempo, eu, por exemplo, busco conteúdos mais informativos, por isso acho o ultrageek e o papo h tão legais XD. Aqui o nicho é potencializado ao máximo, pois normalmente (claro que isso é o meu ponto de vista), o público que chega até um programa está procurando especificamente aquele tipo de conteúdo e a identificação com o conteúdo é o que faz as pessoas começarem a ouvir e a identificação com os produtores do conteúdo é o que faz o ouvinte acompanhar regularmente.
    Mas uma coisa relevante em relacionando youtube à podcasts, é que por ele ser acessível às crianças então existe um certo cuidado em não colocar material que seja inapropriado pra elas. Ou seja, enquanto conteúdos adultos são filtrados os infantis não são, o que os torna mais numerosos. No caso dos podcasts essa filtragem depende exclusivamente de seus donos, ou seja, enquanto vocês quiserem falar putaria e palavrões, vocês podem, não vai haver a retirada de seu podcast do ar por que infringiu algum regulamento, uma vez que vocês são donos do site.
    Por isso acho que o podcast é uma mídia tão legal, a liberdade que se tem é sem paralelos.
    ps, quando sai o primeiro episódio do cosmopolita?? já to esperando

  • Alisson Siréia

    RAULLL nobres Marechais,

    Show o Podcast, muito interessante a ideia do CosmoPod !

    Ps1: Rafinha Bastos é um FDP.

    Ps2: Ri alto no buzão com o batismo,

    Ps3: Vou trocar a tela do meu Lumia essa semana e estou me cagando de medo de fuder o display para descolar a tela trincada. (torçam por mim)

    Ps4: Conheci poucos malucos como eu que conferem disponibilidade de domínio cada vez que tem uma idéia… Obrigado Tato ! hahahahahaha

    Grande abraço !

    RAULLL

  • RonneyPetras

    Raulll Tato e Amauri.

    Eu não sei a historia do We are Geeks => Ultrageek. Quando eu cheguei ja tava assim.
    Conta ai ou me diz onde procurar.

    Programa foda.

    Ps. To sentindo falta da Ursula e do Carrasco.

  • Eng. Eletricista da Cavalaria!

    RAULLL Cavalaria,
    To um pouco sumido mas aos poucos, estou voltando!
    Vamos aos comentários do episódio FELOMENAL, como sempre.. Mentira, como não.. Vamo lá!
    Sobre o YouTube, eu discordo da opinião do Mau(ou foi o Tato? Enfim!)..
    Eu, como produtor de conteúdo do canal NuvensGerais, tenho um público bem diversificado.
    Nosso foco é tecnologia. Fazemos vídeos de dicas de após, top 5 de gadgets e reviews de aparelhos que conseguimos com as assessorias de imprensa das marcas.
    Ainda com essa segmentação, que eu acredito ser um nicho, atingimos homens de 15 a 34 anos.. 60% do nosso público está nessa média.. Ainda é muito pequena a quantidade de mulheres nos assistindo mas isso eu tenho quase certeza que é pelo interesse. Infelizmente, a mulherada não é tão forte nesse segmento.
    Enfim, só queria deixar aqui o registro que o YouTube pode sim ser uma boa opção para quem quer produzir conteúdo.
    Engana-se quem não considera esse veículo para propagar sua palavra.
    Um grande abraço do Eng. Eletricista da Cavalaria.
    Até breve, capitães.
    Ps1: Uma vez mandei email pra vcs pedindo dicas na produção.. Muito obrigado de coração.
    Ps2: vamos ver mais eps d’A Casa Geek? =)
    Ps3: tá aqui pra falar do ps4
    Ps4: Não tenho mas tá nos planos da BF. Driver Club é FOOOOODA *-*
    RAULLL RAULLL RAULLL

  • Só avisando que http://redechique.com.br/ e http://ultrachique.com.br/ estão disponíveis 😉

  • O Ferreiro

    RAULLL  Duque da Mooca com extremo bom gosto musical ,também gosto muito de babymetal ,assim como muitas da letras de J-pop e J-rock as letras dessa banda uma mistura de bobeira e profundidade eu gosto bastante dessa musica ,que além de ter um ritmo muito pesado (atenção especial ao solo aos 4:10) tem também uma letra que levanta consciência contra o bullyng:

    https://www.youtube.com/watch?v=nDqaTXqCN-Q

    Ótimo programa marechais RAULLL!!!!

  • RicardoTerrazo

    O Ferreiro só estou esperando o show no Brasil!

  • Carrasco

    #MAURYDEFIODENTAL
    Estamos combinados, Maury! Te trago uma fio dental na próxima viagem e em troca você mostra pra mim como ficou!

  • Guga Groovenauta

    E aí, nobres e estrogonoficamente sensíveis geekólogos bacharéis! Meu nome é Gustavo – Guga, para todo mundo menos minha namorada ou minha mãe quando estão de mau humor –, tenho 26 anos, escrevo de Curitiba-PR e sou publicitário, podcaster e um músico de araque. Sou ouvinte há pouco menos de 6 meses, gosto muito do programa e essa é a primeira vez que eu escrevo para os senhores. 
    Simplesmente increíble esse episódio, especialmente porque muito do que vocês falaram tem a ver com o momento que estou vivendo. Sou host de um podcast sobre música, o Groovenauta, e cada vez entendo melhor os prós e contras de fazer parte desse mundo mágico da criação de conteúdo para internet.
    Meu programa nasceu exatamente por eu não encontrar na ~rede mundial dos computadores~ nada nos moldes que eu queria consumir: um programa, em vídeo ou áudio, que abordasse música de uma perspectiva mais nerd, categorizando-a em diversas categorias e analisando cada uma dentro de um contexto histórico, cultural, político, tecnológico e de desenvolvimento técnico. Tudo aconteceu a partir do pensamento de “já que não existe e devem ter outros como eu, por que eu mesmo não boto a mão na massa?” E não é fácil, hein senhores? Ainda mais quando você se propõe a fazer com algum nível de profissionalismo e não entra nem um puto de um trocado no bolso.
    Tem que ter muita paixão e muita vontade pra fazer planejamento, montar pauta, gravar, editar, publicar, divulgar e, cansado pelo processo, começar tudo de novo. Agradeço pelas dicas e, principalmente, pela motivação que esse Ultrageek me trouxe. Se tiverem curiosidade, o meu humilde trampo está no http://www.groovenauta.com.br

    Pronto, agora que interagi já me sinto parte da cavalaria. Sigam com o bom trabalho e um grande abralho! RAUL!

  • rodrigoSetimo

    Rede_Geek kkkk faz dois dias que ouvi esse cast

  • O Highlander

    RAULLL MARECHAIS!!!

    Admiro muito quem produz conteúdo de qualidade porque ser criativo é muito difícil. E uso aqui  a palavra “criativo”, não no sentido de se fazer algo inédito, mas somente do ato de criar algo. No caso dos nobres marechais, a partir de um equipamento de som, de muita elucubração, muita gravação e edição posterior, temos a criação de um episódio do Ultrageek que nos diverte, nos informa, nos leva a refletir sobre nossas verdades inculcadas nas nossas mentes e de quebra ainda espanta o sono ao volante nessas estradas retas e monótonas.

    Aproveito a oportunidade para deixar aqui o meu muito obrigado por todo o conteúdo que vocês tem nos proporcionado ao longo desses anos. Por enquanto fica só o obrigado porque dinheiro tá difícil (mas prometo contribuir quando a situação melhorar).

    RAULLL!!!
    PS 1: uma confissão: adoro vocês, mas não sou fiel. Ouço mais um monte de podcasts e adoro todos! Mas tenho certeza de que vocês não ficam com ciúmes…
    PS 2: de que música é aquele riff de guitarra muito legal no começo do Ultrageek?
    PS 3: muito legal o seu nome Tato (fiquei sabendo o seu nome completo nesta semana)

  • O Highlander

    @Carrasco Prof. Maury levantando a bola desse jeito, é claro que o Carrasco ia cortar!!

  • O Highlander

    O Ferreiro Mostra essa foto pra alguém, diga que essas meninas tem uma banda e pergunte pra pessoa imaginar que tipo de música elas fazem. Depois mostra o clipe e se a pessoa se surpreender, diga que agora ela entendeu o que é ficar preso a estereótipos…
    http://metalsucks.junipconcepts.netdna-cdn.com/wp-content/uploads/2014/02/Babymetal-Choco.jpg

  • Nikolas

    Não é um Podcast mas um canal do YouTube que fala sobre os países, cultura, geografia e população de forma resumida. Sugeriram que não daria certo devido ao povo burro do YouTube ( generalizando) mas o geography now faz exatamente isso com algum sucesso.

  • #RAULLL Marechais, putz é realmente muito difícil a vida de criador de conteúdo, já tentei ajudar um amigo em um blog, porém não deu certo devido a falta de tempo. Parabéns pelo cast.
    Abraços!