Ultrageek 212 – Apelidos e nicknames

Ultrageek 212 – Apelidos e nicknames

RAULLL CAVALARIA GEEK!

No Ultrageek desta semana vamos falar sobre um fato da vida que nenhum de nós conseguirá fugir… Apelidos e nicknames! Conheça: O Professor Justiça, Paulinho, Renatinha, Nesquik, Cherrí, Gordinho, Coelho, Claudinho, Peixe, Cabo Patrocínio, Torto, Bosta, Jeremias Homem Podre, Bira Garotinho Evoluido, Chuca Mortinho Nostradamus, Jedeca e a Cabacinha 15!

Convidados também conhecidos como Cherrí e Renatinha:
– Ricardo Terrazo Jr., o Duque da Mooca (Canal Masculino)
– Barbara Duarte (Bazar Pop)

Nesse episódio: Descubra a diferença entre apelido e nickname, faça justiça com as próprias mãos, ande de skate dando golpes de karate, tenha um nome cagado, fale com o Pedro de Lara no chat do UOL, salve o Tato de uma enrascada e receba seu nome definitivo!

  1. TODOS EPISÓDIOS ANTERIORES COM O DUQUE E A CONDESSA
  2. Ultrageek 203 – Fingir que trabalha
  3. Ultrageek 197 – Produtos falsificados
  4. Ultrageek 189 – Dignidade
  5. Ultrageek 184 – Vida de Web Designer
  6. Ultrageek 177 – Batalha de Geeks
  7. Ultrageek 163 – Muambas do Paraguai
  8. Ultrageek 152 – Bolha da internet
  9. Ultrageek 147 – Mestres da Restauração (Inglês)
  10. Ultrageek 147 – Mestres da Restauração (Português)
  11. Ultrageek 146 – Chernobyl
  12. Ultrageek 142 – Tecnologia da moda
  13. Ultrageek 134 – Antes da internet
  14. Ultrageek 130 – Analógico e digital
  15. Ultrageek 125 – Férias de Verão
  16. Ultrageek 120 – Nikola Tesla
  17. Ultrageek 115 – Vida de blogueiro
  18. Ultrageek 110 – No tempo das locadoras
  19. Ultrageek 105 – Brincadeiras Offline
  20. Ultrageek 103 – Playboy
  21. WeRgeeks 96 – Sherlock!
  22. WeRgeeks 95 – Do vinil ao MP3
  23. WeRgeeks 89 – Farsas na Internet
  24. WeRgeeks 86 – Amigo Secreto / Amigo Oculto
  25. WeRgeeks 68 – Doctor Who
  26. WeRgeeks 44 – Fashion Geeks
  27. WeRgeeks 32 – Podcast de classe!

Sobre o autor

A Rede Geek é um hub de conteúdo geek, com podcasts, vídeos, blog, produtos e serviços feitos especialmente para a galera que é apaixonada por tecnologia! Siga a gente nas redes sociais e fique ligado de tudo que rola por aqui! ;D #RAULLL

  • avelino0

    Fausto? não sabia que era esse seu nome kkkk!

  • Celle Freitas

    Apelidos: Cecelle, Celle  (família inteira chama), 
    Vaca, Vacona (por eu gostar de vacas acabou ficando)
    Flipper (só o meu irmão me chama assim)
    Perdida (Por causa do meu “ótimo ” senso de direção)
    Dragão de Comodo ( Apelido nada agradável, mas que desencanei. Eu não escuto esse a muito tempo)

  • Pablo Lauro

    Na época de escola meu apelido foi godzilla. A inicio por causa do monstro japonês, pelo fato de eu ser alto e desengonçado, mas só fiquei conhecido pelo apelido devido a um personagem da  novela beijo do vampiro da rede ‘Glóbolu’ interpretado pelo ator Tony Tornado. O que  não foi de todo o mal, já que o personagem era um dos vampiros mother fuckers.  o/ Raulll

  • Ghustavus

    Muito bom o Cast, é engraçado como alguns apelidos pegam e nunca mais saem. E o mais divertido é quando não são apelidos muito óbvios e a pessoa tem de explicar pra um novato na roda o motivo do seu apelido. Eu aprendi cedo que o apelido pega só se vc pilha com ele, então tive pouquíssimos apelidos pq eu entrava na zuera tbm… O único que pegou mesmo e carrego ele a uns 15 anos já é o Pé de Pano, em homenagem ao cavalo do desenho do Pica Pau rss.

  • Ghustavus

    Pablo Lauro O Tony Tornado é foda por si só! rss

  • Ronin (Koudi)

    Raulll Cavalaria,
    Se pais se decepcionam quando os filhos não são chamados pelos nomes, os meus nunca tiveram um momento de satisfação hauauhuhahuaahu.
    Mesmo em casa sempre fui chamado com aquele clássico apelido japonês “Ko-chan” (primeira sílaba do nome com o prefixo chan que, sei lá se existe algum significado além de ter o objetivo de envergonhar todas as crianças japonesas, e descendentes, do mundo).
    Desde as mais remotas memórias de escola fui apelidado de sorriso por alguém que tinha a alcunha de camundongo e assim foi como todos me chamaram (inclusive alguns professores e a diretora) até o fim da 8ª série. Mas foi quando entrei no colegial que começou o meu problema de falta de identidade. Desde os mais tradicionais como Japa, China, Jaspion, Jiraya, até uns que vieram com um pouco mais de elaboração tal como John, Wilson, Dr robotinick, Daniel-san e, provavelmente, mais alguns que não consigo me lembrar. Já na faculdade virei o Samurai, conhecido entre alguns também como Japonês safado. Finalmente, mas não menos importante, sou também o Ronin da cavalaria…. RAULLL
    ps. eu sempre levei de boa os apelidos mas mesmo assim ninguém nunca me chamava pelo nome, chegando ao ponto de muitos não terem a noção de qual é o meu verdadeiro nome, imagina se eu tivesse me estressado, acho que precisaria de um dicionário de visitas, no lugar de um cartão

  • Gnos9

    Raulll Generais,
    Mais um excelente cast. Sempre mais interessante que os apelidos é a história contada do nascimento do mesmo.
    Só tive um apelido na vida e foi durante o colegial: churrasco, por causa de uma festa que não deu certo.
    Fiquei surpreso em conhecer o Fausto, mas entendo que esses apelidos por dificuldades de dicção de familiares são comuns. Conhecia um que o apelido era Neno porque o irmão não conseguia falar nenem.
    Quanto à leitura de email, o formato adotado pelo Papo de Gordo poderia ser uma opção, mas prefiro dentro do próprio programa mesmo. Houve dias que não estava com vontade de ouvir e simplesmente fui para o próximo cast.
    Sobre o apoio financeiro vocês podem jogar aberto e explicar que se os anúncios feitos obtiverem sucesso, demonstra o poder de influência do produto de vocês e facilita o aparecimento de outros anunciantes. Contudo seria interessante abrir a oportunidade para a cavalaria contribuir direto para a Rede Geek com doação pelo PayPal ou conta bancária.
    Saudações
    Gustavo (“guínos” nine)

  • #RAULLL Marechais Geeks da Cavalaria Transante, Aaaah como eu dei risada com esse programa, muito bom.
    Eu tive felizmente ou infelizmente vários apelidos e nick’s ao longo desta vida real e “internética”.
    Meus apelidos desde a infância se resumem em.
    Bisteka ( Época de escola da 5 até 7 série )
    Coxinha ( Ensino médio )
    Cocheetos ( Ensino médio )
    Cheetos ( Atualidade )
    Troço ( Período ruim da vida )
    Teté ( Carinhosamente pela irmã )
    Agora meus nicknames foram o período escroto da vida, desde os remotos tempos da internet discada e do máximo da escrotidão humana.
    Buttman ( Chat Uol ) não me orgulho disso, mas tinha até montagens no paint com isso. hahahaha
    Dark Devil ( IRC )
    Loiro Olhos Azuis ( ICQ ) olha, funcionava…
    agora são sei se podemos aplicar o uso de apelidos como nick, pois utilizava até pouco tempo atrás Coxinha e Cocheetos, ainda uso o Cheetos em alguns lugares.
    e
    Rocky Balboa minha  amada nomeação na Cavalaria.
    Ah, tiveram também os e-mails escrotos mas isso deixamos para uma próxima ocasião né.
    Abraços e  #RAULLL

  • Caio Augusto o Oswaldo

    Raulll Cavalaria!
    Meu primeiro comentário! Rachei de rir com as histórias de apelidos, só não entendi o problema com o Augusto, mentira, entendo todos os dias, afinal meu nome completo é Caio Augusto, só isso, e sempre me perguntam “e o resto?”… Talvez por isso um amigo meu na 7ª série me “apelidou” de Oswaldo e desde então sou mais conhecido como Oswaldo do que Caio, ao ponto de frequentar a casa de amigos novos que por um ano não sabiam que meu nome era Caio. A origem era uma questão de feição do meu rosto que é redondo e esse meu amigo achava que o O de Oswaldo combinava com a forma kkkkk. Quem não gosta muito do apelido é minha mãe que já até indagou meu amigo do motivo de todos me chamarem de Oswaldo uma vez que ela ficou meses pensando qual nome que eu ia ter enquanto estava grávida, pra no fim receber telefonemas e interfones procurando por Oswaldo kkkkk!
    Hoje em dia penso em adicionar o Oswaldo como segundo nome, pra ver se param de perguntar o resto do meu nome e ver se o pessoal enfim, entenda que Augusto é sobrenome!
    Bom é isso galera! Show de bola o podcast que comecei a ouvir faz uns 6 programas! Parabéns!

  • MichaelSantosVillafan – Mr Wolf

    Raulll Cavalaria! e Nobres Marechais. To começando achar que vivia em outro planeta, já que na turma da minha escola e da rua. Todo mundo era conhecido pelo próprio nome e sem apelido. Isso que os nomes nosso era criativo.

    Um abraço valeu pelo ótimo trabalho que senhores marechais fazem.

    Iai dezembro vai rolar Breja em Sampa ????

  • Jairo Panzer O Tanque de Guerra da Cavalaria Geek

    RAULLL MARECHAIS!

    Já tive uma porção de apelidos ao longo da vida, uns bacanas, outros nem tanto. Já fui chamado de Ninja da Pesada quando tinha cabelo comprido, de João Gordo, Jotalhão, dentre outros. O último que recebi foi Bananinha (NÃO TEM NENHUMA CONOTAÇÃO SEXUAL!). Mas como foi dito no programa, uma hora ou outra a vida nos coloca o apelido definitivo. No caso, Panzer, que a maioria das pessoas já pensa que é meu sobrenome.

    PS: todos os apelidos que eu coloco pegam, especialmente os mais infames.

    Abraço.

  • romulotil

    profmaury Domingão, claro!

  • RAULLL Marechandrilsons,
    Curti muito o programa, trouxe boas lembranças. O primeiro apelido real, tirando o bullying por ser gordo desde sempre, foi de “Zur” do meu sobrenome Zurwellen. Ganhei ele por causa de uma professora de inglês, na quinta série, que não conseguiu pronunciar meu sobrenome e que ficou travada no Zur, Zur, Zur… rs.
    Lógico que toda a sala caiu na gargalhada e começou a me chamar de Zur, no começo eu odiei mas depois descobri que o apelido me tornou tão popular que crianças do primário sabiam meu apelido sem nunca ter me visto!

    Em geral meus apelidos sempre me deram uma certa fama, no colegial (+-1999) quando eu pintei meu cabelo de vermelho (sim bizarro e a frente do meu tempo) eu ganhei diversos apelidos pela ousadia. Entre a turma barra pesada do bairro, virei o tomatão, com as garotas populares virei Amapola (personagem de novela) e outras turmas me chamavam por diversos apelidos. Amapola e tomatão em geral eram os mais conhecidos, as garotas vinham falar comigo e os “Manos” me cumprimentavam, ganhei respeito, (até depois da onda de cabelo vermelho) e até hoje tem gente que me encontra e chama pelo apelido.

    Já agora na fase adultera, virei o Luquita da Cerveja, por causa de outro podcast e no meu meio de trabalho atual sou chamado de Luquita. Provando mais uma vez que meu apelido me ajuda a subir na escala de notoriedade ou eu sempre soube me aproveitar bem disso… rs.
    Online também sempre me dediquei aos nicks, principalmente por causa do jogo Counter Strike, já fui Killer Boy e também fui Papibaquigrafo, em um clã que só usava nicks de trava língua (Esfigmomanômetro, Papibaquigrafo, Magamafo, Desvinquivacalador ou algo assim…).
    Além disso me divertia nas salas de bate papo da UOL, nas salas de putaria entrando como “siririca” (numa longínqua época onde eu nem sabia o que isso significava) ou nas salas de bruxaria e wicca, entrando como “aquele que venho dos quintos”. Alias nessa última eu e meus amigos aprontávamos muito, cada um era uma variação de “Aquele que venho dos Quintos”.

    Bom, enfim, seja lá como me chamarem… um abraço!

  • Hoje eu uso o apelido de Tigre. Comentei com vocês quando a gente se encontrou no evento da LG. Coisa de amigos porque só eu peguei mulher na viagem que fizemos juntos. Alguns deles ainda me chamam assim. RAULLL!

  • christinna91

    Esse cast me fez lembrar o nick mYsTeRy GiLr (sim, desse jeito escroto mesmo) que eu usava no orkut e msn. Bons tempos. Muita treta, hahahaha.
    Ahh, também devo mencionar que suas vozes e risadas são apaixonantes *—–*.
    Rauuullll Cavalaria Geek.