Ultrageek 163 – Muambas do Paraguai

Ultrageek 163 – Muambas do Paraguai

RAULLL CAVALARIA GEEK!

No programa de hoje uma grande verdade sobre a história tecnológica da humanidade será relembrada para continuarmos passando nossas memórias para as próximas gerações. Em um tempo não muito distante nós só tínhamos acesso a tecnologia de uma maneira, você se engana achando que Miami ou o DX eram nossas fontes. Cavalaria Geek vamos fazer compras no PARAGUAI!

Muambeiros convidados:
– Ricardo Terrazo Jr., o Duque da Mooca (Canal Masculino)
Barbara Duarte (Bazar Pop)

Nesse episódio: Tire dupla cidadania, vá para terra de ninguém, conheça o mito da tia gorda de viscose na menopausa, volte ao anos 80, use uma camisinha musical, fique cheirando a Paraguai, seja o Tufu do mufurufo, torça para não ser o escolhido, use uma pochete e aprenda a traficar madeira!

Sobre o autor

A Rede Geek é um hub de conteúdo geek, com podcasts, vídeos, blog, produtos e serviços feitos especialmente para a galera que é apaixonada por tecnologia! Siga a gente nas redes sociais e fique ligado de tudo que rola por aqui! ;D #RAULLL

  • cgjaquix

    TatoTarcan a babara nao aguentou e foi logo fazer mimimi no face rsrs ta show o podcast RAULLL

  • Edushimote

    Ostentação made in Paraguai.
    Muito bom o cast. Assim como o Tato eu não tive muitas coisas do paraguai que o prof Maury teve.
    Parabens pelo programa.
    #vemtatotarcan na minha casa. Rsrsrs

  • shepard_lucas

    Rede_Geek já acordei e é graças ao MegabogaCasts ele já tinha baixado

  • Carlosouza92

    TatoTarcan pior que já sai de casa e não baixei hahah.. mas daqui a pouco baixo.

  • Pedrinho_

    Rede_Geek bazarpop canalmasculino MELHOR CASAL

  • CauanAntunes

    TatoTarcan Rede_Geek acabei de ouvir. Foi bem nostálgico. Lembrei de histórias do ensino médio hauhaua

  • Malcomtux

    TatoTarcan Rede_Geek Video Cassete eu não tive não mas tive daqueles walkmans da “sony” amarelo e azul, serve?

  • nighthard

    Rede_Geek PenseBem e depois o Vic20, logo ganhei um Rádio cheio de LED coloridos na volta do alto-falante parecendo uma arvore de natal.

  • ferhrosa

    #VoltaBatalhaDeGeeks

  • Aqui ainda não tem máquina de refrigerante, tanto que quando fui para a capital tentei comprar uma latinha na primeira que vi, porém DEPOIS de depositar minha moeda, alguém me avisa que a máquina estava quebrada. Ou seja, continuo sem testar uma máquina de refrigerantes. :/
    E a história da lambreta me fez lembrar de minha vó que me contou-a. Ela e minha mãe também moraram no Paraguai.

  • julioc4p031r4

    Raulll, generais! Esses episódios que falam de coisas antigas são os meus favoritos. Principalmente porque me lembram de estórias que aconteceram há muitos e muitos anos numa galáxia beeeem distante. Trabalhei com um cara que caiu no golpe das pedras na caixa de videocassete e posso lhes assegurar que não sou eu, porque depois desse evento ainda levei uns 3 anos pra ter grana pra financiar um Sharp de 2 cabeças na G.Aronson. Outra passagem bacana foi com um camarada que apareceu com um tênis Mizuno no trabalho e na segunda olhada perguntei se o tênis era da Pagé, ou do Paraguai e ele de pronto respondeu que era legítimo, comprado na Bayard. Ao que eu respondi: “—Então porque está escrito MUZINO na lingueta do tênis? Desnecessário dizer que o cara nunca mais usou o tênis.
    Grande abraço e parabéns por mais um episódio phoda bagarai.

  • O Ferreiro

    Nao estou conseguindo baixar tanto em mp3 quanto zip

  • Ah moleque, agora vocês mexeram com quem tava quieto!

    Tive a oportunidade de ir ao Paraguai em 2010, vocês não descreveram muito bem o lugar onde as pessoas vão fazer compras, pois bem vamos lá:
    Pensem na novela “Caminho das Índias” com aquele cenário pós-apocalíptico na rua, velhos tentando vender coisas pra vocês, carros que parecem ter saído de Mad Max (sem zuera nessa parte pessoal, os carros são muito velhos, inacreditável) e mais gente tentando vender de tudo pra você, lojas lindas e bacanas, para finalizar, na rua uma uma bagunça total e no momento que você entra numa loja, um portal digno de DOOM se abre e você entra numa outra dimensão, shoppings e lojas animais, com tudo que você gosta e ainda por cima, com um preço que vocês nem sonham, é realmente sensacional aquilo.

    Na ocasião, fui para comprar o Kit do Guitar Hero, com bateria, guitarra e microfone para o Xbox 360, sendo que no Brasil custava R$1200, sabem quanto que eu paguei por esta bosta lá? Sim R$400,00, só isso já pagou a viagem inteira pra lá, 1/3 do valor no Brasil e com tudo fomos comprar mais porcarias por lá, coisas pequenas, só para ter o prazer de gastar dinheiro mauhauhau (risada maléfica). Uma questão importante aqui, também fiquei cagado que seria passado a perna la, pois me espantei ao saber que todos os produtos comprados na loja Olympic Games (loja boa, recomendo) podem ser testados na hora, existe um balcãozinho la que os caras testam tudo, no meu caso levei o Kit do Guitar Hero la embaixo, o cara pegou um Xbox 360, ligou, botou o jogo que vinha junto, ligou os instrumentos todos, deixou eu mexer para ver que estava tudo certo e depois embalou tudo na minha frente, uma coisa que eu achei muito honesta por sinal. Inclusive usei os instrumentos até 2013 funcionando perfeitamente.
    Na ida fomos a pé pela ponta de amizade, estávamos com bastante dinheiro e foi tranquilo, sempre é meio tenso passar ali, mas como estava acompanhado de uma pessoa com treinamento em artes marciais, fui mais tranquilo. Atravessamos a ponte a pé, fizemos todas as compras bonito e bacana. Na volta decidi que voltar a pé com um milhão de sacolas  e caixas não seria uma boa ideia. Fui até um Táxi estacionado no meio da rua, sim, ele estava simplesmente parado no meio da rua o tempo que fosse necessário e se alguém precisasse passar simplesmente que esperasse, colocamos todas as caixas no TÁXI e ai que veio a parte mais massa. O carro era uma charanga antiga, devia ter uns 30 anos, um Lada, sei la que bicho era aquele e estava ali desligado. Entramos no carro e o Taxista “Se segura ai que vamos sair”, a rua era uma descida, ele soltou o freio de mão do carro, engatou a primeira e fez o carro pegar no tranco, lembro-me do momento que o carro ligou, um misto de alegria por sair da índia paraguaia e medo de estar naquele carro. Passando a ponte ele explicou que existem duas maneira de passar, uma você pode parar na alfandega e declarar os impostos e outra ir direito, muita gente passa direto com os táxis, mas se a policia federal pegar depois perde todos os produtos, no meu caso como não estourava o limite resolvi parar e declarar todos os produtos e não correr o risco.

    Eu sei que foi uma viagem dos infernos, é longe para caraca mesmo pra mim que vou de SC, se nego acha que não é tão longe é só pra galera do PR mesmo, e é muito cansativo, viajar a noite e fazer compras durante, foi algo muito foda.
    Caras, o podcast ficou incrível, vocês comentaram coisas bem legais dos anos 80, minha família sempre foi muito adepta das compras lá pois o preço sempre conta no final.

    Valeu galerinha, grande abraço!

  • Vanguard

    Esse fato que vou lhes relatar se refere a ser enganado, ludibriado, sodomizado moralmente, passado para traz, se tornar um trouxa e tirar um atestado de idiota.

    Estava eu e mais 2 camaradas saindo do trampo (nessa época eu ainda trampava em uma empresa de consertos de malas de viagem), era dia de pagamento e estávamos saindo com nosso rico dinheirinho para comer uma pizza na rua 24 de Maio atrás da Galeria do Rock em SP quando no meio do caminho do nada surgiu uma figura com uma sacola preta (até hoje não sei da onde apareceu o figura mas costuma dizer que quando o capiroto aparece ele vem do nada), o “sacoleiro” chegou para gente e falou – “Ae tenho Ipad aqui to vendendo barato pois acabei de tomar de uma loja e tenho de vender rápido faço  150 pila” logo penei com toda a minha sabedoria adquirida por anos trabalhando no centro de SP e logo recusei a oferta porem um dos meus amigos quis ver o “iPad”. Ele ficou fascinado por tamanha tecnologia e creio que o “Sacoleiro” avia adquirido o que posso chamar de “A vós de Saruman” que da ao usuário a vantagem de assumir o controle da vitima apenas com a força da sugestão e então depois de muita negociação o “Sacoleiro” fez por 100 dilmas o “iPad”.
    Quando ele veio ele encheu o peito e falou – “Estourei! Comprei um iPad por 100 conto!” – eu desconfiado pedi para ver o tal “iPad”… Nesse ponto vou lhes descrever como era a embalagem: Era uma embalagem de plástico no centro onde ficava o “iPad”e todo resto era de papelão, não havia uma marca conhecida e tinha em letras garrafais RÁDIO AM/FM!

    Então virei e falei para ele – “Cara! Isso ai não parece um iPad não, isso ai esta parecendo um radinho de pilha! Não tem nem cabo USB, carregador e principalmente… CADE A DROGA DA ENTRADA USB NO APARELHO???” – na hora o cara ficou branco, abriu a embalagem pegou o “iPad” e foi ai que eu vi pela primeira vez o PQP mais bem falado na minha vida pois ao virar o “iPad” ele viu que tinha um compartimento para pilhas, sim meus amigos o cara pagou 100 dilmas em um radinho de pilhas (que diga-se de passagem, não funcionava).

    Moral da história: O capiroto esta em todo lugar pronto para F*** ATÉ O TALO!

  • TatoTarcan

    cgjaquix Huahuahua Valeu! #RAULLL

  • Vanguard aihaiuahiu que bicho tosco! Mas porque vocês não falaram pra ele pegar o aparelho, ligar e ver o que acontecia? São coisas que a gente nem pensa na hora! No Paraguai comprei uma pen-drive na rua. 16GB, por 30 reais, sai todo meninão, nossa, quanto espaço, tão barato, cheguei no carro espetei o pendrive o som não reconheceu, ja fiquei puto da cara, cheguei em casa espetei no PC, NADA. Acabei abrindo o Pen-drive e pra minha surpresa, olha ai embaixo, a foto não é minha mas eu juro que foi a mesma coisa hahaha!!

  • Vanguard

    Léo Bruski – O Mensageiro Espacial da Cavalaria Ge Vanguard Kra eu sou a favor de que o melhor jeito de alguém aprender sobre algo é vivendo! Falei para o kra que isso era furada, se ele não quis acreditar então deixa ele se estrepar sozinho, afinal, precisamos rir um pouco da desgraça alheia assim como riem da nossa!!!!

  • Vanguard

    #VoltaBatalhaDeGeeks

  • Vanguard

    fui um adolescente triste!!! meus pais não conheciam ninguém que ia ao Paraguai então enquanto meus amigos tinha o Atari eu tinha o Telejogo que minha mãe me deu de presente e que foi dela quando era pequena, depois quando meus amigos tinham o mega drive eu tinha o Atari, quando tive o mega drive meus amigos tinha o super nes, quando tive o super nes eles tinham o PS1, quando tive o N64 (nunca tive o PS1) eles tinham o PS2, quando consegui comprar o PS2  meus amigos tinham o Xbox e PS3…. depois que consegui o Xbox (isso em 2010), espero conseguir guardar dinheiro o suficiente para um PS4 ou Xbox one.

  • Muito bom rir da desgraça alheia lendo os comentários desse post. =)

  • Vanguard

    JoaoRicardo_RM não há felicidade maior!!!!!

  • AgronopolosBR

    profmaury Calma cara, estou ouvindo…

  • FlavioLamas O Portador Cético da Adaga Jathiman

    Putz, que cast foda! lembro da época que eu também fui no Paraguai com meus pais para comprar coisas, e pra variar, eles também foram enganados por nativos lá hehehehe.
    Fiquei ainda mais surpreso por vocês terem lido todo meu email, achei que por ser muito grande, não iria dá pra ler tudo 🙂

    Mas fiquei super curioso para saber as idéias que vocês foram tendo para possíveis nomes pro batismo, especialmente porque teve uma hora que o Tato disse “tanta idéia da hora foi surgindo na minha cabeça esse tempo todo” 😀 Seria pedir muito saber que idéias de nomes vocês foram tendo? 😀
    No mais, continuem o bom trabalho, cada cast que vocês postam fica ainda melhor que o anterior 😉

    ps:  Espero que aquele meu pequeno .xls no google drive com os nomes dos membros já nomeados da Cavalaria Geek sirva de alguma coisa pro novo sistema de vocês que irá cadastrar todo mundo 😀

    ps2: gostei da idéia da nomeação no castelo à moda “knighthood” usando espada medieval ;D

    ps3: é o console que eu ando jogando hoje em dia

    ps4: ta caro demais ainda e com poucos jogos pra valer a pena! hehehehe

    [[]]’s do Portador Cético da Adaga Jathiman da Cavalaria Geek 😉

  • Vanguard

    Espero um cast sobre furadas no trabalho!

  • FlavioLamas O Portador Cético da Adaga Jathiman Seu email foi muito foda cara, parabéns!

  • Rodrigo Roco

    Muito hilário o cast, pena que o arquivo corrompeu aos 42 minutos de cast e só vou terminar de ouvir hoje:(
    Mas até onde ouvi estava passando vergonha de tanto rir no busão indo pra casa.

  • FlavioLamas O Portador Cético da Adaga Jathiman

    ah sim, pra nao perder a oportunidade! #VoltaBatalhaDeGeeks

  • Raulll!!!!
    Não estava acompanhando nessa época, mas…
    #VoltaBatalhaDeGeeks

    Sou um ser oriundo dos anos 80 (1981) então conheci muito produtos do Paraguai, vários deles por amigos ou por visitar feiras livres aqui em SP.
    Inclusive posso falar que tive a sorte de não ter um Super NES de tijolo (o meu foi do Paraguai mesmo, mas de boa procedência ) a unica pena foi vir uma fita genérica contendo o “Spider-Man and the X-Men in Arcade’s Revenge” mas não o poderoso e clássico “Super Mario World”
    E minha irmã Teve o “My magic Dairy” JD6000 (ou o JD7000R, não tenho certeza) e ela vivia fazendo de desligar, trocar canais, aumentando e diminuindo volumes de  videocassetes e televisões, pois o sistema de infravermelho da agenda era meio que um controle universal de poucos botões
    PS: tenho uma espada cosplay de estimação (fora a lamina, eu fiz a bainha, guarda mão e a empunhadura), se um dia eu conseguir um nome na Cavalaria Geek podem usa-la na minha nomeação? (sou de SP)

  • Raul!!
    Eu nunca fui ao Paraguay mas com certeza a maioria dos presentes que ganhei eram de lá! Desde aqueles soldadinhos que rastejavam e atiravam até os bate-bate que deixavam todos com os braços roxos!
    Uma coisa que esqueceram de falar foi dos 500 em 1 “Gameboy” TERIS!!!! (música do tétris) Cheguei a acabar algumas fases, mas sempre ia dormir com a música na cabeça!!!!
    Grande abraço!

  • #VoltaBatalhaDeGeeks #RAULLL

  • ChibiMartins

    Hey boys!
    Dei muita risada com as histórias, mas senti falta (ou não foi da época de vocês) que além das agendas eletrõnicas, tinha aqueles multi tradutores. Porque era muito legal você saber palavras em mais de 15 línguas que você nunca mais ia utilizar hahahaha
    Tenho alguns em casa, depois eu mando uma foto pra vocês! hahahaha
    Bjos
    Chibi

  • Vanguard

    @Thiago Iorio Tetris é um jogo do cramunhão, aquilo suga sua alma para o mundo obscuro do “vem bloco certo” e sempre vinha aquele quadrado escroto que era uma das peças mais inúteis deste jogo do deabo!!!!

  • RAULL Cavalaria!
    Eu nunca fui de ter coisas do Paraguai, principalmente por causa de criação do meu pai. Apesar dele ter uma irmã que era muambeira. Mas já ganhei alguns presentes dela. Meus primos tinham pilhas e pilhas de jogos de PS1 e eu só olhava. Mas acho que fez bem para a minha moral.
    Sobre o episódio em si… cara, como eu ri. E coitada da Bárbara…. isso é bullying :p
    O UltraGeek continua entre meus podcasts preferidos, e vocês estão me ganhando a cada episódio novo. Valeu 🙂
    []’s
    TIAGO PAES DE LIRA
    crítico de cinema | podcaster | designer gráfico
    32a, São Paulo – SP
    http://umtigrenocinema.com

  • O Highlander

    RAULLL Cavalaria!

    Fui pro Paraguai uma vez em uma excursão da escola no ensino médio. Era um colégio técnico e eu fazia o curso de eletro-eletrônica. Na verdade, a viagem era pra visitarmos a usina de Itaipu, o Paraguai era só um detalhe. Essa viagem era feita no terceiro ano e era aguardada por todos ansiosamente desde o primeiro ano. Nós tinhamos muito ansiedade pra conhecermos Itaipu… e enquanto a gente estava no primeiro e no segundo ano já pegávamos dicas do que tinha de melhor para ver na usina hidrelétrica com o pessoal do terceiro ano que já tinha ido. Lembro que foram também nessa viagem as professoras de biologia e de física e o professor de educação física. Eles também queriam muito conhecer Itaipu. Muito mesmo, tanto que depois fiquei sabendo que esses professores iam todo ano…

  • VOLTA BATALHA DE GEEKS!!! #VoltaBatalhadeGeeks

  • VOLTA BATALHA DE GEEKS!!! #VoltaBatalhadeGeeks 2

  • VOLTA BATALHA DE GEEKS!!! #VoltaBatalhadeGeeks 3

  • VOLTA BATALHA DE GEEKS!!! #VoltaBatalhadeGeeks 4

  • GabrielBerilio

    #VoltaBatalhaDeGeeks

  • Arnaldo Cezar Coelho da Cavalaria

    #VoltaBatalhaDeGeeks

  • bgssilva

    “Quem pediu açúcar?!?” hahahahha cai da cadeira de tanto rir!!!!!!!!!!!!!!

  • Bernardo_Meneses

    Batalha de geeks!

  • AlanAlexisMarinBenitez

    Sou ouvinte do podcast a mais ou menos 2 semanas, comecei a ouvir após o Léo Radiofobia comentar sobre o ultrageek no programa dele. Nasci no Paraguai, vou lá todo fim de ano e discordo muito com as coisas que vocês falaram no cast, depois ficam bravos quando Sylvester Stallone fala alguma coisa…
    No podcast vi tanto estereotipo e ódio de pessoas que nunca saíram de ciudad del este e pensam que todo Paraguai é daquela forma, sem ao menos querer conhecer o Paraná Country Club que fica 20 km do centro de CDE ou outras cidades como Assunção, Concepcion ou Juan León Mallorquin. 
    Me causou tristeza ouvir pessoal um tão divertido falando mal de um países que luta para sobreviver cada dia e utilizando de palavras tão terríveis para descrever o povo paraguaio que muitas vezes é simples sim, mais saibam que muitas dessas pessoas estão pagando por erros cometidos no passado do país.

  • ah sim, pra nao perder a oportunidade! #VoltaBatalhaDeGeeks

    http://www.jogosdofrivonline.net/

  • StefanPasoldDamacena

    #RAULLL Marechais, nunca fui para o Paraguai, mas por bons tempos na minha adolescência eu mandava trazer muitas coisas de lá, PS1, PS2, perfumes, jogos, peças de computador, tubos de cd, tubos de dvd… Quase fui um muambeiro a distância. hahahaha
    Abraços!