Ultrageek 116 – Carteira de motorista

Ultrageek 116 – Carteira de motorista

RAULLL CAVALARIA GEEK!

No Ultrageek dessa semana o assunto é aquele momento mágico em que um geek ganha o direito de poder usar o gadget mais caro da casa… O carro! Vamos deixar claro a partir de agora que esse não é um programa de bons exemplos e que jamais deverá ser reproduzido durante uma aula de CFC, muito menos ouvido enquanto se está dirigindo!!! ;P

Instrutor de direção convidado:
Chapéu seletor da Cavalaria Geek, Bóris Deprê (Aspirante Profissional)

Nesse episódio: Descubra a importância da Carteira de motorista, ouça nossos péssimos exemplos de vida, veja como não aprender a dirigir, assuste-se com a história de quem ganhou a CNH de natal mesmo sem ter comprado a carteira, mostre seu macho peludo, faça o ritual de passagem e tire um racha com sua mãe!

  •  CONVOCAÇÃO PRA CAVALARIA – DOAÇÃO DE SANGUE!
  • O querido papai da Professorinha da Cavalaria Geek está internado e está precisando de doação de sangue. Quem puder doar, vamos deixar aqui embaixo os endereços dos postos de coleta, sendo que todos estão em São Paulo.
  • Hospital Professor Edmundo Vasconcelos
  • Rua Borges Lagoa, 1450 – Vila Clementino
  • Hospital do Coração
  • Rua Abílio Soares, 176 – Paraíso
  • Unidade Brigadeiro
  • Avenida Brigadeiro Luis Antônio, 2533 – Jardim Paulista
  • IMPORTANTE!
  • Ao doar, passe as seguintes informações:
  • Paciente: José Adilson Rodrigues
  • Hospital Brasil (Santo André – SP)
  • Se não puder doar mas tiver um amigo em Sampa que pode, divulgue… Se não estiver em Sampa, doe também! Afinal, é sempre bom ajudar alguém, né? ;D #RAULLL
  1. LINKS DO PROGRAMA
  2. @DescontoGeek" href="http://twitter.com/DescontoGeek" target="_blank">Siga o @DescontoGeek!
  3. Cavalaria Geek
  4. Canal Piloto
  5. Limonada com Gelo

Sobre o autor

A Rede Geek é um hub de conteúdo geek, com podcasts, vídeos, blog, produtos e serviços feitos especialmente para a galera que é apaixonada por tecnologia! Siga a gente nas redes sociais e fique ligado de tudo que rola por aqui! ;D #RAULLL

  • Zero

    First

  • Vou acelerar para ouvir este cast!

  • Valente, o Guilherme Sansoni(33, Analista de Sistemas, São Carlos -SP)

    Ri muito com esse cast, principalmente com finalzinho… Histórias dessa época… tenho algumas… muitas filas, pois eu tirei a minha carta antes de entrar o novo código(quando ele tinha sido anunciado)… o trampo foi grande…
    Obrigado por lerem meu comentário nesse cast!!!
    RAULLLL!!

  • Pedro Valle

    Fiquei meio preocupado depois de me identificar com tantos exemplos ruins e perceber que já passei por coisas muito parecidas!
    RAUL!!

  • Raulllllllll
    Muito bom o cast, entrei na autoescola este mês e sexta vou fazer o exame pra ver se sou maluco, espero que não, tentarei seguir todas as suas instruções e meu objetivo de vida agora, alem do blog, é tirar as 4 rodas do carro do chão.
    Obrigado por lerem meus 2 comentarios neste cast!!!

  • Ramon

    Eu tô chorando sangue! Tinha várias histórias pra ilustrar o tema, que foi brilhantemente conduzido pelo casal. O Boris tb estava On Fire.
    Se beber, não casem! Esposas tomam suas agendas. Rs

  • Nossa, um programa só sobre a habilitação para dirigir? Que inusitado 😀

    Confesso aqui que, apesar de já ter 35 anos na cara, NUNCA me motivei a tirar essa bendita carteira. Falta de tempo + falta de acesso a um carro sempre foram fatores negativos. Nunca fui de querer aprender para pegar emprestado o carro do meu pai, até porque a última vez que ele teve um carro eu sequer tinha acabado de fazer 18 anos, mas era uma charanga (um Fiat 147 caindo aos pedaços, de n-ésima mão) que logo se foi para uma oficina mecânica e nunca mais o vi.

    Mas confesso que muitas das vezes ela faz falta, principalmente em situações que preciso ir para uma festa longe de casa, e eu e minha esposa ficamos dependente de Táxis para ir e, muito pior, para voltar (ir sempre é mais fácil pois onde moramos eles brotam do chão e se multiplicam como coelhos. Mas muitas vezes são escassos nos locais para onde vamos e ficamos na mão na hora de voltar para casa).

    Bom, já baixei aqui. Bora ouvir e saber o que foi comentado 😀

  • O Ferreiro

    Pra atrair as femeas o cara tem que ser o gorilão da bola azul

    passei no meu terceiro teste faltando 2 dias para vencer o processo e ainda perdi a estréia do hobbit

  • Lucas Limao Bernardi Callegar

    Nossa muito bom esse canal que vcs recomendaram … esse tal de limonada com Gelo …
    não porque o canal seja meu … hehehe
    Vlw ai pessoal do Wergeeks, ainda não ouvi o programa … achei estranho uma galera comentando no meu canal Wergeeks e tals … ai vim conferir e BANG, meu link no post.
    Estou com um Pouco de medo do que vcs possam ter falado de min. Será que fui Nomeado? vishhh
    Duro é estar no trabalho e nao conseguir ouvir o Programa…
    Vlw galera 😀 até a campus Party… Pq a Minha entrada já comprei 😀

  • Comecei a voar com 17 anos, fui checado como piloto aos 18, e até hoje, com 21 anos, não tenho a mínima ideia de como se dirige um carro huahuahua

    PS: O final foi épico kkk

  • Koudi Nakano, Bacharel em Ciências da Comp. programador/gerente de proj/gerente de bd/o cara da ti, 28 anos, s/n, Floripa, SC

    Raulll, generais da Cavalaria Geek,

    Apesar de decorridos 28 invernos desde o primeiro dia de meu nome, tenho uma fisionomia tanto quanto jovial então algumas ainda pasmam quando digo minha idade e nessa hora não há satisfação maior do que mostrar a CNH como documento comprobatório de minha idade. Nessa hora a minha credibilidade aumenta e a isca é fisgada MOHOHOHAHAHAHA.

  • Minha primeira batida fazendo merda não foi culpa minha, foi do Velho… Barreiro.
    Além de dar de frente em um muro de pedra, minha mãe estava no banco do passageiro dizendo que ia dar merda a partir do momento que entrei no carro (Y)

    RAUL!

  • Como faz ouvir esse cast quem não dirige e não tá nem um pouco afim de aprender? hahahaha

  • Brincadeiras à parte, ouvindo já! 😉

  • Ótimo Cast como sempre, também sou um motorista das antigas e não tive que pagar o “quebra” para tirar a minha e sim já bati o carro 2 vezes ( uma acabou o freio do carro e outra o sensor de ré me traiu). Assim como o “chapéu seletor da cavalaria” eu também já tive moto, mas preferi ficar com o carro pois descobri que sou muito motoboy para ter moto.
    Senti falta de uma opinião mais feminina, se tato o senhor como motorista do busão não tinha nenhuma passageira para colocar nesse ônibus ?
    Quanto ao abraço que ficaram de me dar, aceito em hits no meus blogs, pois sou casado e a quatro anos e desde lá não posso dizer que quero minha parte em jogos e prostitutas.
    #Raulll e grande abraço.

  • Caio German

    cara ,voces estao muito velhos ein. hoje em dia sao no minimo 20 aulas da auto escola. é super dificil passar de primeira. porem o exemplo da embreagem do corsa foi exatamente a mesma coisa comigo . hehe.

  • Rogério Calsavara, o Highlander da Cavalaria Geek

    RAULLL Cavalaria!!!!!! Fui nomeado!!!!! Esse Ultrageek foi muito bom!!! Primeiro porque tive a honra de ser nomeado pelo alto comando da Cavalaria Geek e depois porque as histórias contadas foram muito boas. Mas o Prof. Maury está nos devendo duas informações muito importantes! Vamos lá Prof. Maury! Abra o seu coração e diga pra cavalaria a verdade, nada mais que a verdade! A Cavalaria Geek precisa saber!

    Pergunta 1: O senhor conseguiu pegar a menina depois do cagaço do carro decolar a 130 Km/h na Avenida do Estado?

    Pergunta 2: O senhor teve uma revanche do racha na subida da Avenida São Paulo com sua mãe em que o senhor se acovardou?

  • Maycow Meira

    Meu pai é tipo o Taz mania tentando me ensinar a dirigir ! Tensão no MÁXIMO!

  • Excelente Cast, digamos que eu vivo esse rito de passagem apenas conhecendo a história dos outros

    Olha que interessante, completo 34 anos agora dia 5 e não passei pelo rito ao 18. Como eu já cresci usando meus gadgets caminhadores precários eu não possuia o movimento sentir o pedal e fazer aquele movimento de pé na tábua… outro fator, morava em uma cidade minuscula, que provavelmente até hoje não deve ter auto escola para necessitados especiais.
    Mas eu era bom em dirigir em video game e computadores. Cresci jogando Need for Speed e Carmaggedon então imagine a ideia que eu tinha sobre veiculos, o Valente pode até confirmar mas eu sempre dizia que eu só iria dirigir quando trocassem todos os comandos do carro por um teclado de PC.

    Enfim, casei. E minha mulher ficou grávida. E mudei para São Paulo. Não necessariamente nessa ordem 😀

    Só aí eu descobri que eu não poderia ser um pai de familia legal, deixando apenas a minha esposa dirigindo. E depois de quase 32 anos sem interesse em carros, a necessidade me fez buscar esse documento… e senti muita falta de não ter tido meu pai ou um tio para me ajudar com isso… No meu caso só posso dirigir carros automáticos, então não terei o prazer de conhecer o processo de troca de marchas e etc. Sofri um pouco, mas saiu a CNH… até peguei ela na carteira agora, pois pra mim é um baita troféu… e eu precisava ver quando acabava o tempo de provisória.

    A luta agora é para conseguir o carro. Vocês sabem que carro para Deficiente tem isenção e o caramba, mas talvez vocês não façam ideia do quanto isso é burocrático e o tanto que demora para conseguir… tanto que peguei minha carteira no final de Março agora, dei entrada só em Agosto para começar a andar a documentação… e até agora nada… tudo em processo ainda. Deprimente.

    PS: Ninguém reclamou do termo “CARTA”? Se ninguém reclamou é um forte indício que o publico é basicamente composto de paulistas/paulistanos 😀

  • Hiro

    Hey ho. Vcs deviam chamar o Célio pra falar de carro, lembro que uma vez ele rodou um chevy com 6 pessoas na caçamba.

    Btw, a mesóclise correta, no caso do verbo fazer na primeira pessoa é fá-lo-ei ou fá-lo-emos, na verdade como o objeto é feminino é fá-la-ei e fá-la-emos. Bem cacofônico.

  • adriano sintate – 31 anos – assistente juridico e estudante de engenharia – são bernardo do campo, SNCG

    Salve, salve cavalaria, em primeiro lugar adorei o cast, tanto é, que o mesmo me fez lembrar de algumas histórias de quando eu estava aprendendo a dirigir, e de quando eu tirei a minha habilitação, mas a mais marcante de todas foi a de quando eu tinha 12 anos de idade e o Sr. Sintate (meu pai), resolveu me ensinar a dirigir, na qual disse as seguintes frases:
    (as frases em caixa alta foram ditas ou em voz alta ou aos berros, sendo que aos berros era mais comum)
    – seguinte depois que vc abaixou a PORCARIA DO FREIO DE MÃO, E ARRANCOU O PORTÃO DE CASA, a sua mãe me encheu o saco para te ensinar a dirigir, então é seguinte.
    – PRIMEIRO, VC FAZ O QUE EU MANDO, ERROU OU FEZ BARBERAGEM, LEVA XINGO, OU TAPA (pescotapa), NÃO IMPORTA SE A CULPA É MINHA, TENHA EM MENTE QUE ELA SEMPRE VAI SER SUA!
    – SEGUNDO SE VC BATER O CARRO, EU TE BATO, E TE XINGO, LEMBRE-SE A CULPA É SEMPRE SUA!
    – TERCEIRO E O MAIS IMPORTANTE SE VC BATER O CARRO E ME MACHUCAR……. LEIA OS MEUS LÁBIOS, NEM DEUS TE SALVA, DA SURRA QUE EU VOU TE DAR!
    – muito bem, primeira aula, prazer volante, volante Adriano, ……….., entendeu seu burro

    e após muitos xingamentos e MILHARES pescotapas depois eu aprendi a dirigir, quantos aos resultados práticos do aprendizado, bom passei de primeira para carro e moto A e B e recentemente tirei a categoria D, e ensinei a maioria dos meus amigos a dirigir.

    PS1: podem me chamar de machista mas concordo com o comentário dos participantes de que as minas te olham diferente quando vc está de carro, só acrescentaria uma coisinha, a de que quanto melhor ou maior o carro, melhor o naipe das minas que vc cata e vai catar.

    PS2: gostaria de saber se a galera da cavalaria teria interesse de marcar um barzinho aqui na região do ABC, para galera se conhecer e tomar umas? um tipo de encontro da cavalaria geek seria bacana.

    abraços e desculpem por me alongar

  • Rodrigo Jack

    O Tarcan tem uma irmã mais nova?
    Deve ser bonita. Afinal toda obra de arte é antecedia por um rascunho kkkk.
    Muito bom o cast. 🙂

  • Nicolas

    Wergeeks é meu podcast favorito, mas achei este cast bastante ofensivo pra quem não tem CNH, muitas vezes por não ter condições. Fazendo distinção desnecessária, como se o mundo fosse dividido em quem tem ou não uma carteira de motorista. E como se a “tribo dos habilitados” fosse superior e isso definisse AMOR entre um homem e uma mulher.

    #FAIL

  • Ulisses Moreira Barbosa

    Raul generais da cavalaria, aqui é o Ulisses Analista de TI 27 anos Goiânia, aspirante e sonha em se tornar um produtor de conteúdo na super rodovia da informação na área de games (se o Cosmo e Damião ajudarem), tenho varias idéias boas e elaboradas, já consumi diversos conteúdos sobre isso inclusive o cast anterior de vcs que foi ótimo, mas sempre sou barrado no tempo necessário para produzir um conteúdo de qualidade devido ao fato de estar só nesta impreitada, mas aceito parceiros e simpatizantes da cavalaria, e trabalhar 8 horas por dia e ser casado com uma linda e adorável esposa (ela é linda e adorável de fato isso tem que ser relevado).
    Mas o “alo” que estou mandando é para contar a história sobre a minha primeira e única batida de carro. Estava eu com minha namorada, hoje esposa, e tendo como destino o gratino. Chegando próximo ao local do coito, parado em um sinaleiro, percebi que o sinaleiro havia aberto e que o carro da frente da fila começou a andar, eu como de costume comecei andar vagarosamente de primeira e olhei pro lado para minha ex-namorada/esposa e fiz alguma gracinha preparando o terreno, por milésimos de segundo, quando olho pra frente o corno da frente não andou e entrei na traseira do infeliz, resultado:
    – O cidadão estava noiadão e ali perto tinha um ponto de dorgas, possivelmente estava ali pra isso.
    – Na negociação fui cabaço pra cacete, só o carro dele amassou um pouco, e morreu 250 pilas meu ali na mão dele e o mala passou alguns dias depois tentando extorquir mais dinheiro até eu colocar o seguro na cola dele, sim por isso fui cabaço carro de papai na época tinha seguro.
    – Ex-namorada/esposa chateada com a situação queria mudar o programa do momento só que com maestria dessa vez, consegui muda-la de idéia e conclui meu objetivo com êxito, dar aquela fornicada. Hoje eu e minha esposa vivemos muito bem e damos risadas dessa e de vários outras historias.

    Raullll Cavalaria.

  • ozochs

    Mto bom… e que bom que é meio improvável que eu esbarre com o Rachador do…… por ai.
    E pra quem duvida que é impossivel dormir na moto, eu ja passei por isso,não tem nem um mês.
    Estou morando a 54km do meu trabalho ( trabalho em São Vicente e moro em Itanhaém) e costumo chegar tarde. Numa noite voltando para casa, o sono me bateu, transitando pela direita, cochilei quando passava por Mongaguá e despertei qdo já estava na esquerda quase passando pela rotatoria. Sorte não ter sido pego pelo caminhão que vinha atras… sorte não ter beijado a rotatoria… sorte não ter beijado o parabrisa do carro que entrava vindo no sentido contrario… sorte.
    Por alguns instantes meu coração bateu equivalente a um caça supersonico…. Logo me veio na cabeça a cena do Chevy Chase em Férias Frustadas,qdo ele dorme no volante…

  • Michael Santos Villafan (ser ler maicom)

    Haha, passou com o espírito natalino do delegado. Fala a verdade, falou para delegado
    – Aproveitando que carro morreu, deixa eu levantar o defunto.

  • Michael Santos Villafan

    O pior caso foi do meu bati na traseira no carro do meu amigo. Só que ele nem reparou da batida que eu fiz.

    Porque ele esqueceu carro com freio de mão solto. O Carro pego um embalo só foi para no cruzamento.

    Eu so tive que deixar meu carro no outro lado de rua

  • Oi amigos, eu comecei a aprender a dirigir com sete anos, isto mesmo, meu pai me colocou no banco da belina 78, eu tinha que usar uma almofada pois era muito baixo, ficava dando voltas no terreno ao lado da minha casa, meu pai só ensinou a sair, o resto aprendi sozinho observado ele dirigindo! O engraçado que eu dirigia mais no tempo que não tinha carteira, pois quando tirei a minha, já estava trabalhando fora e meu pai não tinha mais carro! Eram bons tempos anos 80, eu dirigia mais pelo bairro, em viagens e as vezes tarde da noite pois meu pai trabalhava vendendo artesanatos para o sudeste e sempre ia no aeroporto enviar as mercadorias e as vezes eu voltava dirigindo! Quando era tempos de chuvas, ele ia me deixa no colégio, uma vez ou ate mais, eu fui dirigindo, pense num moral, chegar dirigindo um del rey na porta do colégio, rs, para mim era super normal! rs Mesmo com carteira, no trabalho, não confiavam me entregar o carro por ser muito novo, as vezes deixava de ir atender um chamado, pois tinha o carro da empresa mas não tinha motorista, meu chefe dizia que tinha medo de eu bater na traseira de um ômega e dar prejuízo, o engraçado que tempos depois, ele teve perda total do voyagem dele, parado num sinal, o cara bateu atras dele e ele bateu no carro da frente, eu pensei castigo, não confiou em mim, ta ai o resultado! rs
    Valeu cast, boas lembranças!
    Bené

  • Pingback: Canal Piloto CP Cast 28 - Literatura Aeronáutica » Canal Piloto()

  • Rodrigo Figueiredo

    Nunca havia comentado, ouço a algum tempo, mas só consigo ouvir vcs na velocidade 1.5 ou 2.
    Apesar de achar o conteúdo bom acho meio arrastado.
    Mas voltando ao assunto do podcast…
    Antes de tirar a carteira já bati o carro.
    Tirei a carteira em Minas Gerais que é bem complicado.
    Fiz a rampa de primeira e tirei a carteira de primeira tb!
    E me orgulho disso!!!
    Ótimo esse episodio!

  • StefanPasoldDamacena

    #RAULLL Generais, Eu tirei minha carteira com 21, como meu pai e minha mãe são divorciados eu não tive muito dessa experiência de ter um pai do meu lado para me motivar e ensinar, tirei a minha carteira com 100% de aproveitamento tanto na prova prática quanto na escrita, mas levei um booom tempo para conseguir dirigir sozinho sentia medo e um pouco de insegurança no volante sei lá, acho que as auto escolas hoje não preparam muito bem os novos motoristas.
    Abraços!