WRG Convida – Mauro Pichiliani (post 2)

WRG Convida – Mauro Pichiliani (post 2)

Sejam bem-vindos ao WeRgeeks Convida, um espaço criado para que nossos amigos, leitores e ouvintes também possam participar do blog e deixar posts com seus pontos de vista sobre o universo geek.

Temos o prazer em receber aqui @Pichiliani" href="http://twitter.com/pichiliani" target="_blank">Mauro Pichiliani, programador DBA (Database Administrator), Mestre Professor, consultor, escritor, articulista e podcaster do Databasecast! No qual, aliás, nós participamos do episódio 18!!! #FicaDica

Falta muito para termos um holodeck?

 
Olá leitores do WeRgeeks. Mais uma vez, quem escreve para vocês desta vez é Mauro Pichiliani (@pichiliani" href="http://www.twitter.com/pichiliani" target="_blank">@pichiliani), aquele pesquisador que já escreveu uma vez aqui no WeRgeeks sobre o provável futuro de interação com tablets e celulares.

Desta vez vou falar um pouco sobre o estado das pesquisas que estão caminhando na direção da holografia, interação espacial e também presença remota. Para ficar mais fácil de entender o que estou querendo indicar basta pensar: Falta muito para termos o holodeck da série de ficção científica Star Trek?

Para quem não conheço o holodeck é uma sala fechada que consegue simular um ambiente virtual através da criação de elementos físicos a partir da transformação de energia em matéria. Parece complicado? Veja o vídeo abaixo para entender qual é a idéia deste conceito da ficção científica:

Para quem quiser mais informações sobre o conceito do holodeck em star trek recomendo este, este e este link. Infelizmente ainda estamos relativamente longe de obter a tecnologia do holodeck como ela é mostrada. Aliás, muitos físicos ainda discutem se é possível ou não transformar a energia em matéria da maneira como o holodeck foi definido. Contudo, temos alguns avanços computacionais importantes no que diz respeito à tecnologia de projeção, interação e presença remota (chamada de telepresença) nos dias atuais indicando que estamos caminhando na direção certa.

Para começar veremos alguns protótipos e projetos ainda em fase de pesquisa relacionados à projeção. Um exemplo interessante é o vídeo abaixo que permite projeção e interação no ar através do uso do gás hélio no protótipo conhecido como HelioDisplay:

Temos também diversos exemplos de projeção que utilizam superfícies translúcidas. No vídeo abaixo temos uma aplicação da tecnologia em um desfile de moda da marca Diesel. Neste desfile foram mostradas várias projeções em telas laterais perto da passarela para compor o visual com elementos associados com a coleção de moda (imagens e modelos) no projeto nomeado Liquid Display:

Além disso há também pesquisas voltadas para projeções volumétricas. Uma das linhas segue pelo uso de pirâmides de vidro que dão a impressão e o efeito de profundidade no objeto apresentado. O vídeo abaixo mostra um exemplo deste tipo de projeção inserida dentro de uma pirâmide de vidro:

O nome de alguns dispositivos que permitem a visualização de um objeto com volume em qualquer posição é chamado de monitor volumétrico e alguns protótipos utilizam certos elementos em alta rotação para fornecer esta características. No exemplo do vídeo abaixo os pesquisadores utilizaram alguns projetores e espelhos especiais movimentados em alta velocidade para mostrar o objeto com volume em qualquer posição que se olhe para ele:

Seguindo esta linha de utilizar objetos em rotação de alta velocidade há diversos exemplos que utilizam leds e um pouco de programação para fornecer este efeito. Este projetos são conhecidos pela sigla POV (Persistence Of Vision) e permitem um efeito interessante. Os vídeos abaixo mostram alguns exemplos feitos com leds, rodas de bicicleta e com um globo de leds:

Mas e quanto à interação do usuário nestes ambientes? Também há várias pesquisas neste sentido. A área computacional chamada de realidade virtual vem pesquisando diversas tecnologias e ambientes adequados para que elas possam ser utilizados. Um dos exemplos clássicos é o uso de CAVE (cavernas digitais) que permite a interação no ambiente virtual. Algumas aplicações para CAVEs podem ser encontradas neste link.

Seguindo esta linha temos outras idéias como, por exemplo, o protótipo abaixo que mais parece uma daquelas esferas utilizadas para o seu hamster de estimação brincar. Mas ela é utilizada para o treinamento de soldados (e também jogos!) pois permite uma sensação melhor de imersão.

Em termos de interação não poderíamos deixar de comentar os protótipos que utilizam o Kinect. Um dos mais interessantes é o projeto LighSpace da Microsoft. Ele permite interação com elementos projetados em superfícies horizontais, verticais e na palma da mão como o vídeo abaixo demonstra. Destaque para o índice de tempo 2:11 onde o pesquisador transfere um elemento visual que representa um vídeo entre suas mãos.

E quanto ao tato? Sim geeks, já existem alguns protótipos e projetos que permitem simular a sensação de tato em certas superfícies sintéticas. No vídeo abaixo podemos ver um exemplo de demonstração de um tablet que consegue simular alguns tipos de superfície através de uma tecnologia chamada Senseg touch que emprega a manipulação de campos eletrostáticos.

Há também projetos para emitir odores e fortalecer ainda mais a sensação de imersão. A figura abaixo mostra o protótipo chamado Olly que permite a emissão de fragrâncias que podem ser configuradas a partir da uma aplicação Web. Mais informações sobre este projeto aqui.

E as pesquisas relacionadas à presença remota? Qual é o estado da arte? Bem, já existem diversas aplicações para a telepresença que vão muito além daquelas simples vídeo conferência que a gente faz com o Skype ou o Google Talk. Só para citar um exemplo, a empresa japonesa NTT Docomo desenvolveu uma protótipo de uma sala com paredes cheias de TVs e câmeras chamado t-Room. Este protótipo permite uma sensação de imersão muito boa apesar dos participantes estarem a milhas de distância como o vídeo abaixo mostra. Destaque para o índice de tempo 2:22 onde os participantes descrevem e explicam uma mesma figura como se eles estivessem no mesmo local fisicamente.

Sobre o autor

  • Parabéns pelo post Mauro! Ficou animal!!!!
    O próximo deveria ser sobre replicador de matéria! =P

  • …Ou teletransporte, sei lá! hehehehe