Você teve dezenas de cartuchos de Atari, comprou fita k7 Cromo para ter melhor áudio nas gravações que ouvia no walkman e juntou chiclete com clipe se achando o MacGyver? Você é do tempo do geek de raiz, do geek moleque, do geek arte!

Para os nascidos pós-Google que não entenderam nada do parágrafo anterior: muito prazer, cartuchos de Atari, fitas k7 Cromo e MacGyver.

O Fato é que você já ultrapassou a casa dos 30 e se for minimamente normal, já tem o seu sustento. Para os felizardos que se emanciparam e moram sozinhos as coisas são mais fáceis. A geladeira pode ficar lotada de cerveja e lasanha de microondas enquanto o restante do seu salário vai para notebooks, tablets, games e afins. Agora para os casados é que o bicho pega! Se tiver filhos então… Os últimos itens no orçamento familiar serão os gadgets e toda sorte de parafernália tecnológica.

Mas não se desespere jovem Luke! Acompanhe atentamente as dicas abaixo e continue a desfrutar do maravilhoso mundo da tecnologia:

COMPUTADOR
Se você quer rodar Crysis 2 no talo e sua máquina não aguenta nem Elifoot (molecada, joga no Google!), jamais use isso como argumento para a patroa! Diga que precisam (sempre use o plural, afinal a necessidade tem que parecer do casal e não somente sua!) de um computador novo para rodar a nova versão pesadíssima do Excel onde você controla todos os gastos da família. Que não consegue editar aquele vídeo do seu filho dançando na festa junina da escola e assim a mãe dela não vai poder ver o neto em um momento tão importante de sua vida.

VIDEOGAME
Se não casou com uma gamer, isso seria praticamente um adeus à jogatina. Agora não mais! Diga que você está pensando em comprar (Nunca diga que vai comprar! Primeiro aborde o assunto e deixe-a pensar que a decisão da compra partiu dela) um aparelho para verem filmes e séries juntinhos e passar na TV todas aquelas fotos de viagem quando sua família vier almoçar no domingo. Mostre que isso pode ser feito com uma central multimídia de aproximadamente três mil Dilmas ou então por um Xbox 360, PS3, Wii (fale o nome assim e não videogame) por um valor absurdamente menor.

TABLETS
Não aguenta mais passar nas megastores e ficar fuçando até sua esposa falar: – “Larga o brinquedinho e vamos”? Diga que você está preocupado com o ritmo intenso de trabalho dela e ainda ter uma jornada extra no lar. Sendo assim seria muito melhor pra ela se pudesse ler os emails enquanto vê a novela das oito, ou falar com a irmã pelo Skype enquanto coloca o filhote para dormir. Mas como?! Lembra daquele brinquedinho? Então, ele também pode ser usado para ler todas as revistas de fofoca entretenimento e moda! Cheque-mate.

Se isto não for o suficiente para ajudá-lo, tem uma palavrinha mágica que o fará um geek novamente: Divórcio.

Rafael Amon – Usou as táticas com êxito.

Grande abraço a todos!