Sei que deve ter um monte de geeks me xingando de tudo quanto é nome e pensando “p**ra, Cantando na Chuva [email protected]**ho… o Tato está de sacanagem”?! Mas o problema é que todo mundo relaciona na hora o filme àquela cena fantástica do Gene Kelly literalmente CANTANDO NA CHUVA. O que nem todo mundo sabe é que o filme retrata um momento muito geek na história da sétima arte, a transição dos filmes mudos para o cinema falado e toda dificuldade técnica desse momento histórico.

Só vale lembrar que nem todo mundo gosta de musicais, então se você não curte o gênero, talvez não seja uma boa pedida. Mas pode ser uma boa chance para começar a se apaixonar por musicais, vai saber… rs. Dessa vez não vou colocar aqui no post o trailer oficial do filme, nem a cena fodástica do Gene Kelly, mas sim uma das cenas que representam a transição e a dificuldade de obrigar a Lina (com sua voz horrível) a usar o microfone…

Título original: Singin’ in the Rain
Ano de lançamento: 1952
Diretor: Stanley Donen e Gene Kelly
Duração: 103 min