Filmes Geeks – O Homem Bicentenário

Filmes Geeks – O Homem Bicentenário

Ainda na onda de robôs aqui no Filmes Geeks, vamos falar de um filme um pouco mais água com açúcar, mas que não poderia ficar de fora! O Homem Bicentenário. Não vou negar que gosto muito desse filme, apesar da cena de flatulência que é um absurdo de irritante, é um filme bem divertido sobre robôs e que pode ser uma boa porta de entrada para a criançada no universo da ficção científica.

Robin Williams interpreta Andrew, um robô que começa a apresentar muito interesse no comportamento humano e que apresenta características criativas/emocionais que o fazem único. A história do filme é sobre a jornada de Andrew em busca da sua humanidade.

Título original: Bicentennial Man
Ano de lançamento: 1999
Diretor: Chris Columbus
Duração: 130 min

Sobre o autor

Idealizador de toda a bagaça, Tato é um aficionado por blogs e podcasts e, acima de tudo, um completo viciado por tecnologia! Já trabalhou com robótica, hidroponia, participou de um reality show, foi professor de computação gráfica, diretor de arte em agências online e offline, organizou eventos e dedicou mais de 90% de sua vida para a comunicação. Por isso, se tornou a mente criativa da parada toda!

  • O filme é foda, nunca vi o inicio, mas gostei muito … o legal, é a hora que o dono percebe que o robo começa a ter sentimentos, e leva para o fabricante que diz que pode dar um novo robô para repor o defeituoso

    outra parte boa, é quando ele diz que quer fazer sexo, experimentar o paraiso, e descreve o trecho de alguma obra que eu não sei qual é, e o cara que esta ajudando diz … eu tambem queria

  • Thiago Valadares

    Na minha opnião e um filme mais leve e casual. Ótimo para assistir com companhias que não almejam uma narrativa muito complexa. Ainda assim é muito divertido.
    Obrigado por me lembrarem desse filme, vou assistir novamente assim que puder.

  • Esse filme me faz chorar… errr… de forma muito máscula… claro!
    Recomendo também o conto em que foi baseado o filme, curtíssimo, com 1/5 da história do filme (como todos os based on Asimov)
    []s

  • raphs13

    Acho esse filme uma droga, assim como o Eu robo, que só leva o nome de obras de Asimov e no fundo são uma mistureba sem sentido de alguns de seus contos. Um completo filme hollywoodiano :T

  • Esse ue considero o segundo melhor filme de Robin Willian.
    O primeiro é Sociedade dos Poetas Mortos, enfim…

    O filme é baseado em um conto escrito por Isaac Asimov, e quase 80% fiel a ele. Claro que o roteiro é mais prolongado, mas o conceito do robo querendo algo além de suas capacidades está lá.

    Os finais são diferentes, mas nada que faça um melhor do que o outro. O filme é bom no cinema/DVD e o livro é uma ótima diversão.