Adolescente americana gasta US$ 4.800 com SMS

Adolescente americana gasta US$ 4.800 com SMS

sms

Como vocês devem imaginar, eu sou professor sim, não é só um “nickzinho” engraçado. E se tem algo que me irrita e que acontece todos os dias são os alunos com seus celulares fazendo tec tec tec durante o tempo todo, mas lendo essa notícia no Yahoo!, percebi que ainda tenho controle sobre meus alunos. UFA!

No Estados Unidos, enviar mensagens de texto pelo celular já é uma moda e um vício, principalmente entre adolescentes. Em Cheyenne, uma cidade do estado de Wyoming, um pai quebrou a marteladas o celular de uma garota que gastou aproximadamente US$ 4.800 enviando essas mensagens.

Dena Christoffersen, sem saber que seus pais não possuíam um plano de mensagens de texto em sua conta, enviou e recebeu mais de 10.000 mensagens em apenas um mês, fazendo com que seu pai, Gregg Christoffersen, recebesse uma conta de exatos US$ 4.756,35.

Com esse número de mensagens, o site Übergizmo calcula que uma média de 300 mensagens por dia eram enviadas, todas no período de aulas de Dena. Pela óbvia falta de atenção da garota às aulas, seus pais reportaram que suas notas caíram de A e B para F em apenas dois meses.

Após receber a conta, Gregg pegou um martelo e destruiu o aparelho celular da adolescente a marteladas, proibindo-a de utilizar qualquer outro aparelho até o final de suas aulas, quando se formar. “Isso nos atingiu como uma pedra, foi como ser acertado por um ônibus”, disse Gregg. “Eu me senti muito mal, e aprendi minha lição”, confessou a viciada garota.
A Verizon, operado do celular destruído, irá baixar a conta para um preço mais razoável, informou a família.

O site Switched cita casos antigos, mas piores, como o da adolescente Emily Jennings, do Canadá, que enviou o incrível número de 41.600 mensagens pelo seu aparelho.

De acordo com o site Denver Post , os pais de Dena estão pedindo aos administradores da Johnson Junior High School para que seja proibido o uso de celulares na escola durante o período de aulas.

Comentário final do Tato: Essa menina precisava era de um namorado, isso sim! rs

Via: yahoo news

Sobre o autor

Geek viciado em tecnologia móvel, Prof. Maury realmente merece o título de Professor, bastam alguns minutos de conversa e vocês concordarão! Formado em Ciências Sociais, já pensou em ser diplomata, mas foi falando besteiras nos podcasts da Rede Geek que atingiu seu ápice de filosofia. Com sacadas rápidas e frases de duplo sentido, ele ainda consegue falar sério e mostrar toda sua bagagem intelectual.